Cristiano Ronaldo mostrou-se impressionado com a recepção que teve em seu retorno a Old Trafford. Ovacionado antes da partida contra o Manchester United, o atacante foi homenageado com vários cartazes. E, embora tenha marcado o gol da vitória, retribuiu o respeito ao não comemorá-lo. Após o confronto, o atacante agradeceu o carinho e deixou aberta até mesmo a possibilidade de voltar aos Red Devils.

“Foi inacreditável. É um momento bastante emocionante para mim. Não tenho palavras para explicar o que sinto. O que os torcedores fizeram por mim me deixou tímido em ambos os jogos. Não joguei como gosto, em um bom nível, mas ajudei meu time com dois gols. Estou feliz pelo Real Madrid, mas triste pelo United. Mas isso é parte do futebol”, declarou.

“Você nunca sabe o que acontecerá no futuro. Os torcedores e o clube são gigantes. Você nunca sabe, mas estou feliz no Real Madrid e quero continuar aqui. Tivemos uma semana inacreditável, vencendo os dois jogos contra o Barcelona e agora o Manchester United. Estamos em grande forma e queremos mantê-la, porque buscamos este título”, finalizou.

Somando os números dos dois confrontos com o Man United, Cristiano Ronaldo arrematou 21 vezes, deu dois passes para finalizações de seus companheiros e tocou na bola 122 vezes. Com o tento desta terça, o português se isolou na artilharia da Liga dos Campeões, balançando as redes oito vezes até o momento – igualando sua marca em 2007/08, quando foi campeõa com o United.