Gianluigi Buffon estreou, neste domingo, no Campeonato Francês e teve vida fácil na vitória do Paris Saint-Germain, por 3 a 0, sobre o Caen, que acertou apenas um chute ao alvo ao longo dos 90 minutos. Mas o veterano goleiro que decidiu estender a sua carreira depois de sair da Juventus teve que fazer uma grande defesa para evitar um gol de… Thiago Silva, seu companheiro de time.

O cruzamento saiu da direita. O zagueiro brasileiro esticou-se para cortar de cabeça, tentando mandar para escanteio, mas colocou no canto esquerdo de Buffon, que se dirigia para o outro lado e foi pego no contrapé. Mesmo assim, o goleirão se recuperou e espalmou para fora. Esta foi a segunda partida do italiano pelo PSG. A primeira foi na goleada por 4 a 0 sobre o Monaco, na Supercopa da França.

 

O Paris Saint-Germain começou a caminhada em busca de mais um título francês sem problemas. Tudo bem que o Caen contribuiu bastante. Os três gols saíram de algum nível de erro na saída de bola, dois do goleiro Brice Samba. Aos 10 minutos, ele saiu jogando rasteiro, Christopher Nkunku interceptou e mandou para Neymar, que marcou seu 20 golº em 21 rodadas disputas da Ligue 1.

O segundo gol, marcado por Rabiot, surgiu de uma bola recuperada pelo PSG no meio-campo. O terceiro foi o erro mais feio. Samba recebeu o passe de Alexander Djiku e, em vez de dar o bicão, dominou para tentar passar curto para o outro lado. Timothy Weah, o filho do George, pressionou e conseguiu fazer o 3 a 0.