O goleiro Gianluigi Buffon está sob investigação da promotoria italiana, suspeito de participação no já enorme escândalo de apostas da Itália. O jogador é suspeito de ter feito apostas em altos valores – os jogadores são proibidos de fazer apostas no seu esporte.

Buffon teria gasto cerca de € 1,5 milhão em uma tabacaria de Parma que é habilitada a fazer apostas. A promotoria da principal cidade de Piemonte pediu à promotoria de Cremonese os autos do processo para esclarecer o papel do goleiro da seleção.

O goleiro da seleção italiana está sob investigação, mas não foi interrogado. Buffon não corre nenhum risco do ponto de vista legal. O problema todo é que jogadores profissionais de futebol não podem apostar.

Os advogados do jogador já responderam afirmando que as transferências de dinheiro foram feitas para proteger o patrimônio pessoal do atleta.