O treinador do Lyon, Rudi Garcia, elogiou a primeira partida de Bruno Guimarães com a camisa do clube francês, na vitória por 2 a 0, nesta sexta-feira, sobre o Metz, fora de casa, construída com um pênalti bem atribulado e um gol de Houssem Aouar nos minutos finais apostando corrida com o goleiro Alexandre Oukidja, que havia subido à área para tentar o empate.

Destaque do Athletico Paranaense, Bruno Guimarães voltou da seleção brasileira sub-23 que disputou o Pré-Olímpico e compôs o meio-campo do Lyon ao lado de Lucas Tousart, em um esquema com três zagueiros. Conseguiu cinco desarmes, errou apenas seis passes e armou uma das 12 finalizações dos visitantes.

“O que me levou a mudar o sistema foi proteger Léo (Dubois, ala direito) e Bruno. Bruno se integrou muito bem ao jogo, jogou com um toque só, é capaz de avançar. Estou satisfeito. Ele foi, talvez de longe, o mais preciso dos nossos jogadores no jogo”, disse Rudi Garcia, segundo o L’Equipe.

O Lyon abriu o placar em um pênalti interminável que demorou por volta de três minutos para que o assistente de vídeo confirmasse o toque de mão de Matthieu Udol. Maxwel Cornet errou, mas o goleiro Oukidja se adiantou e ainda houve invasão da grande área. Lá se foram mais três minutos para Moussa Dembélé converter a infração e abrir o placar.

O 1 a 0 se manteve até o fim, quando Aouar recolheu a cobrança de escanteio do Metz na intermediária defensiva, arrancou até o campo de ataque e tocou rasteiro de fora da área no momento em que Oukidja começava a se aproximar.

O Lyon voltou a vencer, após duas derrotas e dois empates pela Ligue 1, e chegou aos 37 pontos. Na briga por vaga na Champions League, Monaco (38), Lille (40) e Rennes (41) estão à frente e ainda atuam pela 26ª rodada. O Metz luta contra o rebaixamento.

.

.

Classificações Sofascore Resultados

.