O Werder Bremen não costuma ter sorte quando joga contra o Bayern de Munique. Havia perdido os últimos 20 encontros, desde um empate sem gols em 2010, antes de entrar em campo na Allianz Arena, neste sábado, para a 15ª rodada da Bundesliga. E poderia até imaginar que a história fosse diferente quando abriu o placar, com um chute de fora da área, aos 24 minutos do primeiro tempo. Mas é muito perigoso cutucar a onça com vara curta. Segurou a vitória parcial até minutos antes do intervalo, mas levou a virada. E, no segundo tempo, a goleada: 6 a 1, com um show de Philippe Coutinho.

Milot Rashica foi quem fez 1 a 0 para o Werder Bremen, mas, aos 45 minutos da etapa inicial, Gnabry deu a assistência para Coutinho empatar. Nos acréscimos, Coutinho dominou na intermediária e deu o passe por cima para Lewandowski, que entrou na área e tocou na saída do goleiro para alcançar a virada. Aos 18 minutos do segundo tempo, o brasileiro recebeu o lançamento de Alaba e, com muita categoria, encobriu o goleiro Pavlenka.

Lewandowski fez o quarto, e Coutinho cruzou para Müller marcar o quinto antes de o próprio brasileiro fechar o placar com um lance característico: dominou no bico da grande área, abriu para a perna direita e acertou um lindo chute colocado. E o Bayern voltou a vencer, com estilo, após duas derrotas seguidas pela Bundesliga.

.

.

.

.

.

.

.

.

Classificações Sofascore Resultados

.