Brasil

Torcida do Botafogo-SP levou bandeirão e empurrou o time para vencer São Caetano na Série D

O domingo não teve Brasileirão da Série A, mas teve jogo decisivo da Série D. O Botafogo de Ribeirão Preto recebeu o São Caetano para o jogo de ida das quartas de final, no duelo que vale uma vaga na Série C de 2016. A torcida do time mostrou o quanto o jogo era importante e marcou presença: 24.476 pessoas. E além de apoiarem o time no estádio Santa Cruz, a torcida um bandeirão enorme para mostrar o amor ao clube. O apoio valeu, e muito: depois de sair perdendo no primeiro tempo, o time virou o jogo e venceu por 2 a 1.

LEIA TAMBÉM: Estes são os duelos decisivos da Série D, que definirão os quatro acessos à Terceirona de 2016

O confronto paulista foi o segundo a ser disputado nestas quartas de final da Série D. No sábado, o Operário recebeu o Remo e perdeu por 1 a 0. O Botafogo consegue uma boa vitória por 2 a 1 e agora terá que segurar a onda no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano, para avançar. A disputa, assim como a Copa do Brasil, tem o gol fora de casa como critério de desempate. Portanto, o São Caetano pode vencer por 1 a 0 e avançar. Ao Botafogo, será preciso empatar o jogo ou, para se classificar com uma derrota, teria que ser por uma diferença de um gol e marcando ao menos dois gols, ou seja, no mínimo 3 a 2.

Depois de ver o São Caetano marcar o primeiro gol do jogo aos 27 minutos do primeiro tempo, com Daniel Costa. Aos 14 minutos do segundo tempo, César Gaúcho empatou. E, aos 29 minutos do segundo tempo, Caio Renan marcou o segundo gol e garantiu o triunfo do time em casa. O goleiro do São Caetano, Saulo, ainda evitou uma derrota maior ao defender o pênalti cobrado por Nunes, evitando o 3 a 1. O jogo de volta será na sexta, dia 16, às 19h.

Veja os gols da partida no vídeo abaixo:

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo