Lado B de Brasil

Histórico: River busca empate, dá acesso inédito ao Piauí e está na Série C de 2016

A vitória por 3 a 0 no jogo de ida havia dado tranquilidade ao River, mas, para quem esteve por tanto tempo longe da Série C, comemorar antecipadamente não era uma opção. O Galo foi para o Rio Grande do Sul com os pés no chão, o regulamento de baixo do braço e, após sair perdendo por 1 a 0 no primeiro tempo, buscou o empate em 1 a 1 na segunda etapa para confirmar seu lugar na semifinal da Série D, contra o Ypirange, e um acesso histórico para a terceirona.

VEJA TAMBÉM: Únicos há mais de três anos no cargo, os três técnicos mais longevos do Brasil subiram

Esta é a primeira vez em sua história de 69 anos que o River sobe de divisão nacional. Mais do que um feito inédito para o clube, o acesso é também histórico para o estado do Piauí, que nunca teve um de seus representantes subindo de divisão na pirâmide nacional.

O River já disputou outras divisões do Campeonato Brasileiro, como a Série B na década de 1970 e a Série C em algumas oportunidades entre 1996 e 2007, mas em todas essas vezes a convite ou por causa da campanha no estadual. A Série D foi criada em 2009, e a partir de então essas vagas por campanha local passaram a levar as equipes para a quarta divisão.

Maior campeão do Piauí, com 29 conquistas, o River passou um bom período sem saber o que era levantar uma taça. Antes de 2014, o último título piauiense havia sido conquistado em 2007. Consequentemente, disputou a Série C daquele ano, mas ficou apenas na terceira colocação de sua chave, sem avançar para a segunda fase. Desde então, passou seis anos sem sequer jogar em uma divisão nacional por causa da falta de títulos estaduais, sequência quebrada no ano passado com o triunfo sobre o Piauí. A campanha no retorno ao certame nacional foi decepcionante, com um 27º lugar na classificação geral, mas o bicampeonato estadual neste ano, conquistado sobre o Flamengo-PI, deu ao Galo outra chance de retorno à terceira divisão nacional.

Os lances do empate em 1 a 1 que confirmou o River na Série C:

Para o projeto de busca pela volta à Série C, o River foi atrás do “Rei do acesso” Flávio Araújo, técnico que conquistara cinco acessos ao longo de sua carreira. Em 2003, colocou o 4 de Julho na elite piauiense; em 2009, levou o Icasa à Série B, assim como fez com o América de Natal dois anos depois. Pelo Sampaio Corrêa, comandou a equipe da Série D à segunda divisão em duas temporadas. Agora parte importante da história do River, pelo qual já colecionava duas passagens antes deste ano, Araújo foi um dos mais animados na comemoração do acesso. “Nós somos hoje o grupo mais feliz do planeta pela satisfação da missão cumprida. Obrigado meu Deus. O Galo mais valente do Nordeste agora é Série C”, disse, em entrevista ao Globo Esporte.

As ruas de Teresina foram tomadas por centenas de torcedores, que começaram a festa no Parque Potycabana e seguiram em carreata pelas ruas da cidade para celebrar o primeiro piauiense a subir de divisão no Brasileiro. Sempre refém da inconsistência que era participar do nacional apenas se fosse campeão estadual, o River ganha agora a possibilidade de ter um tipo de estabilidade que nunca teve. Entretanto, mais do que se preocupar com o projeto de manutenção na Série C, o momento é de festa pelo feito inédito. O Galo de 2015 é o suspiro do futebol piauiense.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios? Aí é falta desleal =/

A Trivela é um site independente, que precisa das receitas dos anúncios. Desligue o seu bloqueador para podermos continuar oferecendo conteúdo de qualidade de graça e mantendo nossas receitas. Considere também nos apoiar pelo link "Apoie" no menu superior. Muito obrigado!