BrasilMundial de Clubes

Há 15 anos, Romário e Edmundo se uniam para destruir o United no Maracanã

O “príncipe” e o “bobo da corte”. Romário e Edmundo viveram às favas durante a maior parte do tempo em que jogaram juntos no Vasco. Um rompimento que aconteceu antes da volta do Baixinho a São Januário e que aumentou à medida que os dois egos se esbarravam. Ainda assim, por algum tempo os dois craques se entenderam em campo. E tiveram atuações incríveis juntos. A mais impressionante delas, ocorrida há exatos 15 anos. A dupla jogou o fino para destruir o Manchester United por 3 a 1, pela fase de grupos do Mundial de Clubes.

Tudo bem que o United parecia de férias no Rio de Janeiro e errou demais naquele jogo. Não é isso que minimiza a partida magnífica que a dupla teve no Maracanã. Os cruzmaltinos destroçaram os ingleses com três gols apenas no primeiro tempo. Edmundo marcou o tento mais bonito daquela tarde, com um drible desconcertante em Silvestre. Mas Romário também aprontou das suas, balançando as redes duas vezes, entortando Gary Neville na ponta esquerda e fazendo muitos flamenguistas sentirem saudades do craque que acabavam de perder. No fim das contas, o talento da dupla não valeu o título ao Vasco – e Edmundo passou de herói a vilão, depois do pênalti perdido contra o Corinthians na final. Aquela tarde no Maraca, de qualquer forma, sempre será lembrada com carinho pelos vascaínos.

Abaixo, dois vídeos: o golaço de Edmundo e as jogadas individuais de Romário:

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo