Brasileirão Série A

A quatro jogos do fim do Brasileiro, Abel pode ser forçado a escalar um Palmeiras inédito para decidir o título

Técnico do Palmeiras, Abel Ferreira corre o risco de ter de alterar sua defesa, podendo afetar o esquema inteiro - inclusive o ataque

A peça que permitiu a mudança de esquema que eventualmente levaria o Palmeiras à ponta do Campeonato Brasileiro tem boas chances de desfalcar o Palmeiras na partida decisiva, contra o Fortaleza, no domingo (26) – e até mesmo nos outros três jogos faltantes.

Luan corre contra o relógio para reunir condições de jogo e se livrar da lesão muscular na coxa direita que o tirou de campo no intervalo de Palmeiras 3 x 0 Internacional, no último dia 11. No feriado, o defensor trabalhou na Academia de Futebol, pensando em acelerar sua recuperação.

Se Luan não puder jogar, o técnico Abel Ferreira fatalmente terá uma mudança importante na sua equipe titular. Ou esquece o esquema com três zagueiros, que recolocou o Palmeiras na briga, ou escala um trio de zaga inédito.

Marcos Rocha, Gómez e Murilo se conhecem muito, tendo formado a defesa titular de Abel, junto com Piquerez, durante a temporada inteira de 2022 e parte de 2023. E embora tenham sempre feito a saída do jogo em tripé, nunca fizeram trio na parte defensiva, com dois deles pelo miolo da zaga – possivelmente Rocha e Murilo – e o outro na proteção.

Parece uma mudança pequena, mas não é. O posicionamento de Rocha como zagueiro é completamente diferente do que ele tem como lateral. E o de Gómez, como vértice frontal do trio, muda bastante o comportamento do time. Inclusive no ataque

Mudança na frente começa pela zaga

Os jogadores Luan e Gustavo Gómez durante treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol (Foto: Cesar Greco)

Quando explicou aos jornalistas porque optara por Luan como homem da sobra, ao adotar o 3-5-2, Abel disse que seu camisa 13 tinha o melhor passe dentre os zagueiros.

E, portanto, ainda que o Palmeiras arme muito jogo pelas laterais, ele entendia que ter Luan centralizado faria com que ele tivesse opções de passe para as três direções – corredor central, esquerda e direita.

Outra justificativa para a escolha, que Abel não mencionou, mas é fácil observar com a bola rolando, é Gómez poder encorpar o ataque como um segundo lateral direito, deixando Mayke ainda mais solto para o apoio. O português gosta de ter o paraguaio por ali, embora os resultados práticos de tal chegada nem sempre  justifiquem a mexida.

Nesse caso, o Palmeiras de certo modo até ganha com Marcos Rocha em campo. Afinal, ele é um lateral-direito de fato. Mas, na parte central do ataque, muita coisa muda sem Luan. Zé Rafael e Richard Ríos, por exemplo, também vão sofrer o impacto de uma provável ausência do 13.

Na fase ofensiva, Luan se posiciona como um volante, permitindo que Zé e Ríos atuem mais perto e até dentro da área, auxiliando Raphael Veiga e municiando o ataque. Foi assim que Zé abriu o placar contra o Colorado.

Gómez não tem a mesma desenvoltura de Luan pelo setor, o que deve prender um pouco mais os dois volantes do Verdão.

Naves é a opção

Por incrível que pareça, questão de experiência à parte, a entrada de Kaiky Naves entre os 11 seria uma mudança menos drástica. O Cria da Academia jogou mais centralizado contra o Inter, depois que Luan deixou o jogo, no intervalo.

Naves sabe atuar pelo meio num esquema com três beques e tem mais desenvoltura como volante do que Gómez, que se atrapalha um pouco com a bola no pé em alguns momentos.

Contudo, ainda mais a esta altura do campeonato, literalmente, é difícil imaginar que Abel vá prescindir de seu segundo capitão e deixar Rocha fora da partida.

Piquerez preocupa menos

Joaquín Piquerez comemora gol com Endrick diante do Boca Juniors pela Libertadores (Photo by PGG/Icon Sport) – Photo by Icon sport

O lateral Piquerez, que também deixou o campo machucado contra o Internacional, mas preocupa menos. No caso do uruguaio, não houve lesão, apenas um edema.

Se precisar poupar o jogador, a tendência é a entra de Vanderlan, que foi muito bem contra o Inter, dando assistência para o gol que tirou Rony do jejum.

Brasileiro Serie A
# Seleção J V E D +/- Pontos
1 Palmeiras

Palmeiras

38 20 10 8 31 70
2 Gremio

Gremio

38 21 5 12 7 68
3 Atletico Mineiro

Atletico Mineiro

38 19 9 10 20 66
4 Flamengo

Flamengo

38 19 9 10 14 66
5 Botafogo

Botafogo

38 18 10 10 21 64
6 Bragantino

Bragantino

38 17 11 10 14 62
7 Fluminense

Fluminense

38 16 8 14 4 56
8 Athletico Paranaense

Athletico Paranaense

38 14 14 10 8 56
9 Internacional

Internacional

38 15 10 13 1 55
10 Fortaleza EC

Fortaleza EC

38 15 9 14 1 54
11 Sao Paulo

Sao Paulo

38 14 11 13 2 53
12 Cuiaba

Cuiaba

38 14 9 15 1 51
13 Corinthians

Corinthians

38 12 14 12 -1 50
14 Cruzeiro

Cruzeiro

38 11 14 13 3 47
15 Vasco da Gama

Vasco da Gama

38 12 9 17 -10 45
16 EC Bahia

EC Bahia

38 12 8 18 -3 44
17 Santos

Santos

38 11 10 17 -25 43
18 Goias

Goias

38 9 11 18 -17 38
19 Coritiba

Coritiba

38 8 6 24 -32 30
20 America MG

America MG

38 5 9 24 -39 24
Foto de Diego Iwata Lima

Diego Iwata Lima

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, cursou também psicologia, além de extensões em cinema, economia e marketing. Iniciou sua carreira na Gazeta Mercantil, em 2000, depois passou a comandar parte do departamento de comunicação da Warner Bros, no Brasil, em 2003. Passou por Diário de S. Paulo, Folha de S. Paulo, ESPN, UOL e agências de comunicação. Cobriu as Copas de 2010, 2014 e 2018, além do Super Bowl 50. Está na Trivela desde 2023
Botão Voltar ao topo