BrasilCopa do Brasil FemininaFutebol feminino

Audax/Corinthians conquista título inédito na Copa do Brasil feminina e vai à Libertadores

O Audax/Corinthians pode comemorar. Pela primeira vez em sua história, a equipe de Osasco conquista a Copa do Brasil de futebol feminino. Após o empate por 2 a 2 no primeiro duelo, em São José dos Campos, o time de Arthur Elias teve atuação dominante no Estádio José Liberatti e venceu por 3 a 1 o São José, bicampeão do torneio. Além da taça, o Audax também garantiu uma vaga na Copa Libertadores feminina de 2017. Outro clube garantido na competição é o Flamengo, campeão brasileiro em maio.

VEJA TAMBÉM: Emily Lima: “O homem não precisa provar que é capaz de ser técnico, a gente precisa a cada dia”

Mais ofensivo durante o primeiro tempo, o Audax/Corinthians saiu em vantagem. Após cobrança de escanteio, a defesa do São José falhou e Pardal completou de cabeça na pequena área. E o segundo tento só não saiu antes do intervalo porque a veterana Bagé salvou a Águia do Vale em cima da linha. As joseenses voltaram pressionando no início da segunda etapa. Entretanto, o time da casa seguia mais incisivo e ampliou aos 20 minutos, com Chú Santos, após bola cruzada da esquerda. Naquele momento, a conquista já parecia garantida.

As meninas do São José, no entanto, ainda dariam emoção à partida. A técnica Emily Lima colocou a equipe no ataque e a Águia reduziu a desvantagem graças à bola parada, em lance que sobrou para Raquelzinha arrematar. Pouco depois, Yasmin quase empatou, em nova cobrança de falta que passou a centímetros da forquilha. Mas a noite era mesmo das anfitriãs. O Audax/Corinthians sempre levava perigo contra-atacando em velocidade e matou o jogo graças a uma excelente troca de passes. Dentro da área, Gabi Nunes foi a responsável por marcar o tento decisivo. Faltando 10 minutos, o clube do Vale do Paraíba não conseguiu reagir e anotar os dois gols que necessitava para forçar a disputa por pênaltis.

Cabe ressaltar que havia a possibilidade da decisão da Copa do Brasil feminina acontecer na Arena Corinthians, como preliminar de Corinthians x Chapecoense no sábado, o que acabou vetado pelas equipes pelo fato de precisarem entrar em campo às 13h, possivelmente sob condições desgastantes. Esta é a primeira conquista do Audax/Corinthians desde que a parceria entre os dois clubes foi firmada no futebol feminino, em janeiro deste ano. O time foi eliminado pelo Santos nas semifinais do Paulista e parou na segunda fase do Brasileiro, atrás de Flamengo e do próprio São José em sua chave. Agora, o sucesso na competição nacional e a presença garantida na Libertadores ajuda a reforçar o trabalho em conjunto.

Foto: Dibradoras/Twitter

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo