Acabou uma Copa do Mundo e começou outra pouco depois. A dos homens adultos deu lugar às jovens meninas, que disputaram o Mundial Sub-20 no Canadá. E a participação brasileira foi interrompida nesta terça de forma similar: uma goleada para a Alemanha. No caso, com derrota por 5 a 1 que deixou o Brasil em último lugar no Grupo B (o mais forte do torneio, tendo ainda Estados Unidos e China).

LEIA MAIS: 10 pontos do passado de Gilmar Rinaldi, novo coordenador da Seleção

As circunstâncias da partida deixam um gosto menos amargo dessa vez. O Brasil chegou ao intervalo em vantagem e só levou a virada aos 20 minutos do segundo tempo. Mas, precisando de gols desesperadamente, a seleção se abriu e tomou mais três gols, dois deles nos acréscimos. Basicamente, o placar não diz o que foi o jogo, algo bem diferente dos 7 a 1 do mês passado no Mineirão.

De qualquer forma, não dá para dizer que as duas goleadas que o Brasil sofreu da Alemanha são desconectadas. Se a seleção brasileira principal já sofre com a falta de planejamento para o desenvolvimento do time, já dá para imaginar como é a realidade do futebol feminino. No final, as duas eliminações mostram um país que não dá a mínima para um trabalho bem feito no futebol perdendo para outro que tem planejamento, estrutura e uma filosofia.

Bem, Gilmar Rinaldi assumiu como coordenador de seleções da CBF, um cargo que inclui as seleções femininas. Então, o ex-empresário já tem duas goleadas contra a Alemanha para apagar. Ainda que seja difícil a entidade dedicar muitos esforços para resolver a goleada desta terça em Montreal.

Gol de Pauline Bremer:

Gol de Sara Daebritz: