BELÉM – O Brasil ganhou fácil da Venezuela, 3 a 0 e, com a derrota da Argentina em Montevidéu, acabou a eliminatória sul-americana em primeiro lugar devido ao saldo de gols – ambas equipes terminaram empatadas em pontos. Os gols brasileiros foram marcados por Adriano, Ronaldo e Roberto Carlos.

O atacante da Inter abriu o placar aos 28 do primeiro tempo depois de aparar na ponta do pé um passe de Ronaldinho Gaúcho. Pouco antes, o avante perdera um gol feito depois de ótimo cruzamento de Cafú. No contra-ataque, a Venezuela chegou duas vezes, mas sem perigo. Lúcio, no entanto, foi batido mais de uma vez pelos atacantes adversários.

Os outros gols só vieram no segundo tempo. Aos 6, Adriano recebeu novo passe perfeito de Ronaldinho, mas “deu” o gol a Ronaldo, que não marcava pela seleção havia um ano. O jogador do Real Madrid não quis correr riscos: driblou o goleiro e um zagueiro e só chutou quando tinha o gol limpo a sua frente.

Dez minutos depois, Roberto Carlos cobrou uma falta perfeita, e o goleiro Dudamel não conseguiu evitar o terceiro gol do Brasil. Aos 18, Alex substituiu Ronaldinho, que tinha levado cartão amarelo no primeiro tempo, e Robinho entrou no lugar de Adriano.

Robinho até deu bons passes e, aos 27, fez uma bela jogada, mas Kaká perdeu na cara do gol. Alex apareceu menos, parecendo jogar mais recuado, um pouco distante de Kaká e dos atacantes.