A elite do futebol brasileiro dá seu adeus à temporada nesta semana. O Brasileirão chegou ao fim, enquanto a Ponte Preta decide a Copa Sul-Americana na quarta-feira. Porém, mesmo com o fim das séries B, C e D, a bola continua rolando no interior do país – e não parará tão cedo. Os estaduais já começaram em Pernambuco e no Pará. Enquanto isso, as divisões menores chegam aos seus finalmente em Minas Gerais e no Paraná, assim como a Copa Santa Catarina. Confira os destaques:

 

Os Kyikatejê fazem a festa, a Tuna amarga o pior momento de sua história

O ano de 2013 ainda nem acabou, mas a primeira fase do Campeonato Paraense de 2014 já se foi. E, entre mortos e feridos, algumas surpresas para a fase principal do Parazão. Uma das equipes classificadas é o Gavião Kyikatejê, o primeiro clube indígena do Brasil e que estreia na elite estadual. O sucesso do time de Marabá foi imediato, acabando na segunda colocação do octogonal inicial, classificado ao lado do Independente. Enquanto isso, uma das equipes mais tradicionais do Pará acabou rebaixada: a Tuna Luso, lanterna na tabela, com apenas três pontos conquistados em sete jogos. É o primeiro rebaixamento da história da Tuna, terceira maior campeã do Paraense, além de campeã da Série B em 1985 e da Série C em 1992.

Pernambucano 2014 também já teve seu pontapé inicial

Não é só no Pará que o estadual do próximo ano já começou a rolar. O Campeonato Pernambucano teve sua primeira rodada neste final de semana. Os grandes do Estado seguem de férias, enquanto as equipes menores se digladiam em um grupo com nove participantes, que classificará três para a próxima etapa. Central, Porto, Salgueiro e América são os mais tarimbados nesta fase. E o único que pôde comemorar uma vitória logo de cara foi o Salgueiro, que derrotou o Ypiranga por 3 a 0 – em uma goleada que só não foi maior porque o goleiro Adson salvou os visitantes.

O título para o Joinville não ficar de mãos abanando

O futebol catarinense se deu muito bem em 2013. O Criciúma se safou e permanece na elite do Campeonato Brasileiro, Chapecoense e Figueirense conquistaram o acesso na Série B. O Joinville se manteve próximo dessa briga durante muito tempo, mas ficou chupando o dedo após perder força na reta final da competição. Como consolação neste final de ano, o JEC ainda tenta dar um presente para sua torcida: o clube é um dos favoritos ao título da Copa Santa Catarina. Neste sábado, o Joinville derrotou o Metropolitano por 2 a 0 e assumiu a liderança isolada do quadrangular final. A taça pode ser confirmada já nesta quarta, quando a equipe visita o Guarani em Palhoça.

Nacional e Montes Claros sobem um degrau no sonho rumo à elite

Poucos campeonatos no Brasil em 2013 foram tão acirrados quanto a Terceira Divisão do Campeonato Mineiro. O Funorte ficou a um ponto do acesso, enquanto CAP Uberlândia e Valeriodoce ficaram a dois. Melhor para Nacional e Montes Claros, que sobem por terem conseguido se impor em uma rodada acirrada. O clube de Uberaba fez sua parte ao superar o Funorte fora de casa e também se sagrou campeão. Já o Montes Claros fez sua parte ao vencer o Unitri. Em comum entre os ascendentes, o fato de que retomaram suas atividades profissionais em 2012 e que também não participam da primeira divisão do Mineiro faz tempo: o Nacional, desde 1992; o Montes Claros, desde 1997.

As empresas invadirão a segundona paranaense

Futebol Clube Cascavel e São José possuem histórias parecidas. Dois clubes montados por empresários em 2008, que já conquistaram o acesso à segunda divisão do Campeonato Paranaense e, mais recentemente, se licenciaram do futebol por um breve período. Em 2013, a redenção veio para ambos, retornando para a segundona no próximo ano. Ainda assim, há uma última etapa: a decisão da Terceirona. E, pelo primeiro duelo, o Cascavel tem mais chances de festejar, já que venceu por 2 a 1 em Irati. O jogo de volta está marcado para o próximo domingo.