Para quem ficou de olho na rodada do Brasileirão, os destaques se concentraram em mais uma vitória do Cruzeiro, na ótima sequência do Flamengo e no apoio a Aranha após caso de racismo contra o Grêmio. No entanto, o futebol brasileiro não se resume à Série A. E o final de semana foi repleto de boas histórias – muito além do que os 5 a 0 do Avaí sobre o Vasco em São Januário, a maior derrota de um grande na história da segundona e que culminou na demissão de Adílson Batista.

Entre os principais momentos, o Paysandu reinaugurou o seu estádio, enquanto o Guarani teve que abandonar o seu. O Vila Nova levou bom público na Série B e perdeu, enquanto o Ceará também levou e se tornou líder. E, além de muitos medalhões brilhando, houve até mesmo jogaço entre roraimenses e acreanos pela Série D. É a sessão semanal “Brasil além da Série A”, que retorna à Trivela e pintará no site todas as terças. Confira:

Quem esperava recorde na Arena Pantanal não viu

O governo do Mato Grosso segue tentando não tornar a Arena Pantanal em um elefante branco. A última iniciativa aconteceu neste domingo. Para lucrar ao menos com o consumo dos torcedores, o Estado deu 30 mil ingressos de cortesia para a rodada dupla que o estádio receberia: Operário x Grêmio Barueri, pela Série D, além de Cuiabá x Asa de Arapiraca, pela C. Entretanto, o público presente na arena foi decepcionante, apesar das expectativas de se superar os 40 mil presentes em Bósnia x Nigéria na Copa de 2014. Apenas 13 mil pessoas estiveram nas arquibancadas, dos quais 3,2 mil pagantes. O Operário ao menos fez sua parte, ao vencer por 1 a 0 graças ao gol do mítico Ruy Cabeção. Já o Cuiabá perdeu para o ASA e saiu da zona de classificação do Grupo A da Série C.

>>> Preste atenção, pois algo legal pode estar nascendo no futebol cuiabano

O Papão voltou à Curuzu

paysandu

Em tempos de arenas da Copa do Mundo, o Paysandu também possui um estádio novo. Ou quase. A Nova Curuzu passou por reforma recentemente e foi reinaugurada no sábado, em duelo contra o Salgueiro. Os paraenses contaram com casa cheia, mais de 11 mil presentes, e satisfizeram a massa bicolor nas arquibancadas. O Papão venceu por 1 a 0, gol de Djalma, embora não esteja em situação não muito cômoda na Série C. O clube é o sétimo no Grupo A, a três pontos da zona de classificação aos mata-matas e a quatro do rebaixamento.

Mais um capítulo da crise do Guarani

Se o Paysandu voltou para casa, o Guarani precisou sair da sua. Com o alvará o Brinco de Ouro da Princesa expirado, o Bugre recebeu o Juventude em Bragança Paulista. E sem público, por conta de uma punição no STJD. Apesar das dificuldades, os anfitriões bateram os gaúchos por 1 a 0, gol de Silas, e deixaram a zona de rebaixamento do Grupo B da Série C, com três pontos a mais que o São Caetano.

O jogo mais emocionante da rodada aconteceu em Roraima

O duelo entre São Raimundo e Atlético Acreano não chamava muita atenção pela Série D. Afinal, os dois clubes apareciam na rabeira do Grupo 1, com chances mínimas de alcançarem Princesa dos Solimões e Rio Branco na zona de classificação à próxima fase. Porém, a noite de sábado em Boa Vista contou com um jogaço, especialmente pelo segundo tempo de seis gols. No início da etapa complementar, o São Raimundo chegou a abrir 3 a 1 no marcador, com três tentos de Rafael. Mesmo assim, o Atlético Acreano conseguiu buscar a virada por 4 a 3, fazendo os dois últimos gols aos 40 e aos 43 minutos.

O novo líder da Série B com velhos conhecidos

Depois de três tropeços consecutivos, o Ceará voltou a vencer na segunda divisão. E o triunfo valeu a liderança da Série B, graças aos pontos perdidos por Vasco e América Mineiro. O Vovô recebeu o Luverdense no Castelão e bateu os visitantes por 3 a 1. Com gols decisivos anotados por dois medalhões. Quem comandou o ataque foi Bill, balançando as redes duas vezes. Mas Magno Alves, artilheiro da segundona com dez gols, aproveitou para ampliar a sua marca e também deu uma das assistências para o parceiro.

Apesar da fase, fechados com o Vila Nova

O maior público pagante da rodada do futebol brasileiro além da Série A (e quinto no geral) foi do Vila Nova. Os alvirrubros correm sérios riscos de rebaixamento na Série B e, mesmo assim, levaram 15 mil pessoas ao Serra Dourada, para o duelo com a Portuguesa. O problema é que o time não ajudou muito. A Lusa venceu por 2 a 1 e abriu três pontos de vantagem sobre o Vila, lanterna isolado da segundona e com apenas quatro vitórias em 19 rodadas.

O golaço que não deveria ter sido validado


O Bragantino viveu uma semana para se comemorar. Além de vencer o Corinthians no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, o Massa Bruta saiu da zona de rebaixamento da Série B, depois de vencer o ABC por 1 a 0. Contou com um lindo gol de Lincom, velho conhecido do clube, e também com um auxílio da arbitragem. O centroavante matou no peito e encobriu o goleiro para completar a pintura. Só que estava em posição de impedimento não anotada pelo assistente, em erro que acabou sendo decisivo.

Brasília ainda é refúgio para refugos

O Brasiliense fez grandes campanhas no futebol nacional apostando alto em medalhões. Atualmente, o Jacaré milita na Série D e segue em campanha digna para passar à próxima fase da competição. Ainda assim, continua com a política de manter veteranos com rodagem por grandes clubes do país. Neste final de semana, quem garantiu o empate por 1 a 1 contra o Anapolina foi o lateral Baiano, ex-Santos, em uma bela cobrança de falta. Além dele, Fábio Braz e o atacante Zé Roberto também fazem parte do elenco.

Os tribunais seguem bagunçando o Brasileirão

O STJD continua praticando suas peripécias pelo futebol brasileiro. A última aconteceu na sexta-feira, com o pedido de exclusão de Icasa e Botafogo-PB, respectivamente, das Série B e C. A ação do tribunal vai contra a decisão de ambos os clubes terem acionado a justiça comum recentemente. Apesar disso, os paraibanos entraram em campo no sábado contra o CRB e empataram por 1 a 1. Já os cearenses, que tinham aberto a rodada da segundona na terça-feira passada, ganharam um efeito suspensivo para seguirem na competição até o julgamento do caso e poderão enfrentar a Ponte Preta na próxima sexta.