O técnico da seleção croata, Slaven Bilic, confirmou neste domingo que poupará alguns titulares na partida desta segunda-feira contra a Polônia, mas usou o exemplo de uma vitória histórica para prometer empenho máximo em campo, apesar do primeiro lugar já garantido no grupo B da Eurocopa.

Em novembro do ano passado, já classificada para a fase final do torneio, a Croácia foi a Wembley e venceu a Inglaterra por 3 a 2, eliminando os ingleses.

“Seria loucura escalar os titulares que têm cartões amarelos e os que precisam de descanso”, comentou Bilic. “Vamos jogar pelo orgulho, como fizemos contra a Inglaterra em Wembley, e estamos determinados a escalar um time forte com o objetivo de continuar nossa seqüência de vitórias”.

“Temos total confiança no time que vamos mandar a campo, porque nós jogamos, treinamos e vivemos como uma unidade compacta, e quem for escalado terá muita motivação. Temos também que recompensar nossos torcedores pelo apoio, já que estou certo de que eles comparecerão em grande número novamente”, argumentou.

A Polônia ainda tem chances de classificação, mas precisará vencer a Croácia, esperar que a Alemanha perca para a Áustria, e ainda superar os austríacos no saldo de gols.

Bilic confirmou que o zagueiro Dario Simic, de 33 anos, será titular e capitão da equipe nesta segunda. Os dois jogaram juntos na Copa do Mundo de 1998, quando a Croácia terminou em terceiro lugar.

Na próxima sexta-feira, a Croácia joga pelas quartas-de-final contra República Tcheca ou Turquia.