O técnico Marcelo Bielsa desistiu de deixar o cargo de técnico da seleção chilena. É o que garantiu na quarta-feira o presidente da federação do país, Sergio Jadue.

“Me encontrei com o técnico da seleção, Marcelo Bielsa, em uma reunião que não durou mais que 15 minutos e na qual reiterei nossa intenção de mantê-lo no comando do time”, afirmou Jadue.

Bielsa havia dito em novembro que deixaria o cargo por causa da eleição de Jorge Segovia à federação chilena e entregaria a carta de demissão até 31 de janeiro. Com o cancelamento do pleito e a chegada ao poder de Jadue, o treinador argentino mudou de opinião.

“Ele me disse que responderia isso em carta. Infelizmente, ele ainda não o fez, mas interpreto seu silêncio de uma maneira otimista: Marcelo Bielsa fica”, completou Jadue.