O Bétis dominou o Real Madrid, em mais uma partida abaixo da média, mas criou poucas chances de gol e, aos 43 minutos do segundo tempo, uma cobrança de falta de Dani Ceballos definiu o placar em 2 a 1 a favor dos comandados de Santiago Solari.

LEIA MAIS: Desta vez Vinícius Júnior brilhou e venceu, com um belo gol e uma assistência contra o Leganés

O resultado foi importante para o treinador merengue. O desempenho do time não tem sido satisfatório, mesmo antes da viagem para o Mundial de Clubes. Após a vitória sobre o Al Ain, o Real Madrid ainda não havia vencido pelo Campeonato Espanhol, com um empate contra o Villarreal e uma derrota em casa para a Real Sociedad.

Outra derrota seria trágica para a temporada do clube, porque significaria uma distância de 13 pontos para o líder Barcelona, na virada do turno. Os três pontos vieram, mas, novamente, a atuação preocupa, em que pesem desfalques importantes, como Toni Kroos e Gareth Bale.

O Real Madrid jogou melhor no primeiro tempo e abriu o placar, aos 13 minutos. Carvajal recebeu pela direita, levou para a canhota e bateu de fora da área. Carimbou a defesa. Luka Modric, no rebote, emendou de perna esquerda e fez 1 a 0. Benzema fazia uma boa partida na construção de jogadas, criando situações para Modric e Vinícius Júnior finalizarem.

O atacante brasileiro era perigoso no contra-ataque. Em um deles, deu o passe suculento para Federico Valverde avançar sozinho. No entanto, a marcação se recuperou para pressioná-lo, e o volante não conseguiu ficar confortável para finalizar. Desperdiçou uma grande chance de ampliar.

Guardado levou muito perigo, no começo do segundo tempo, com uma batida de fora da área, bem perto do alvo. Aos 22 minutos, Lo Celso enfiou entre a defesa para Canales, que tocou na saída de Keylor Navas. A posição do espanhol era muito duvidosa. Depois de consultar o assistente de vídeo, o gol foi confirmado.

Esse, porém, foi apenas uma das duas finalizações certas do Bétis ao longo da partida. A criação de chances dos donos da casa foi desproporcional ao volume de jogo: 73% de posse de bola, com 713 passes trocados contra 254 do Real Madrid. E o castigo saiu dos pés de Dani Ceballos. Ele havia entrado em campo 14 minutos antes de bater uma falta da entrada da área no canto de Pau López e fechar o placar.