O Maccabi Tel Aviv chegou à Turquia para enfrentar o Besiktas pela Liga Europa em uma situação tensa. Com segurança reforçada, os israelenses dizem não ter medo, apesar da situação política tensa entre as duas nações.

Israel reforçou o bloqueio naval à ragião de Gaza como uma “medida legítima segurança”, mas a Turquia rejeitou essa ação nas Nações Unidas, exigindo pedido de desculpas formal dos israelenses. “Tanto Besiktas quanto a polícia de Istambul estão vigiando e tomando as medidas necessárias”, afirmou o clube turco, em comunicado.

O clube afirmou que o jogo é uma oportunidade para os torcedores mostrarem hospitalidade aos israelenses e alertou que o Besiktas pode enfrentar punições sérias de Uefa em caso de comportamento ruim dos torcedores. “Nós vemos o jogo como uma oportunidade para os torcedores, reconhecidamente gentis e leais ao espírito do fair play, para mais uma vez mostrar sua hospitalidade”, diz o comunicado do clube. “É o grande dever dos torcedores do Besiktas evitar certas ações que possam causar alguma sanção ao clube pela Uefa”, afirma a nota.

Os torcedores turcos são conhecidos por mostrar sua paixão de forma intensa, com muito apoio aos seus times. O comunicado conclama que os torcedores se atenham a isso na partida. “os torcedores devem meramente torcer pelo clube de uma maneira apaixonada”.