O meia Andrea Pirlo pode deixar o Milan se houver uma oferta interessante, admitiu o proprietário do clube. Em declarações à imprensa italiana, Silvio Berlusconi admite negociar o jogador da seleção italiana, usando a mesma justificativa já apresentada para a venda de Kaká ao Real Madrid: a necessidade de equilibrar o balanço financeiro do clube.

“Se houver uma oferta, ela deverá ser analisada”, disse Berlusconi ao jornal La Gazzetta dello Sport. “Veremos. Eu fui o primeiro a dizer que ele deveria permanecer, mas então me mostraram as contas do clube”.

A postura de Berlusconi já é diferente da adotada pelo clube após a saída de Kaká, quando o discurso era de que nenhum dos outros principais jogadores do time seria negociado. Pirlo interessa ao Chelsea, que será dirigido na próxima temporada pelo ex-técnico rossonero Carlo Ancelotti.