Karim Benzema viveu uma temporada de 2017/18 muito cheia de críticas. O camisa 9 do Real Madrid muitas vezes jogou mal, o que fez muitos questionarem se ele deveria deixar o time titular, como acabou acontecendo em alguns jogos no final da temporada. A sua saída do time, porém, também prejudicou Cristiano Ronaldo, então ele terminou a temporada como titular e com gol na final da Champions League. O português saiu do clube, Benzema continua e o desafio agora será conquistar a quarta Champions League seguida e a quinta desde que ele chegou ao clube.

LEIA TAMBÉM: Acabou a novela do goleiro do Real Madrid: Courtois é o novo dono das metas merengues

Às vésperas do jogo da Supercopa da Europa contra o Atlético de Madrid, na quarta-feira, 15, em Tallin, na Estônia. “Isso significa muito porque a Supercopa é outro troféu e nós todos sabemos que quando jogamos no Real Madrid, você tem que vencer. É um título que faremos tudo para vencer. Será difícil, mas nós temos um time descansado e seria bom começar a temporada ganhando esse título”, afirmou Benzema em entrevista à Uefa.

O atacante também comentou sobre o seu gol, marcado na final da Champions League e que abriu caminho para o título do Real Madrid. Ele interceptou uma bola que o goleiro Loris Karius, a primeira falha terrível do goleiro do Liverpool. “Foi um gol especial, mas não foi fácil marcar. Eu sabia como antecipar o que o goleiro estava prestes a fazer. Significou muito para mim, não apenas o gol, mas toda a final. Eu acho que eu tive um grande desempenho. Deve ter sido um dos meus melhores jogos com a camisa do Real Madrid e eu tive sorte que esse jogo foi uma final importante”, afirmou o camisa 9 do Real Madrid.

Um dos motivos de crítica a Benzema foi a falta de gols do centroavante. Em um jogador da sua posição, a falta de gols pesa muito. Ao longo da temporada passada, Benzema fez 47 jogos e marcou apenas 12 gols. No Campeonato Espanhol, a marca é ainda pior: 32 jogos e só cinco gols. Na Champions League, porém, a relação de gols e jogos é muito melhor: nove jogos, cinco gols. Ele ainda marcou um gol na Supercopa da Espanha e outra na Copa do Rei. Além disso, fez 11 assistências, todas elas no Campeonato Espanhol.

Em termos de Champions League, Benzema tem um número algo de jogos. Já são mais de 100 pelo principal torneio de clubes da Europa. “É algo que eu fico muito orgulhoso. Isso mostra o quanto eu sou ambicioso e a fome que eu sempre tive. Eu quero continuar marcando mais e mais gols e continuar a dar assistências aos meus companheiros. Esses números me enchem de orgulho e me dá uma motivação extra para ir ainda mais longe”, disse o jogador francês.

“Nós vivemos uma era dourada no Real Madrid com todos os títulos que nós vencemos. Eu acho que nós fomos capazes de construir um time sólido temporada a temporada, assim como dar o melhor de nós mesmos para irmos o mais longe possível. Há muita pressão e alta expectativa no começo de toda temporada e é por isso que eu amo este clube”, declarou ainda o Benzema.

“Nós sabemos que ganhar três Champions League consecutivas não é algo que qualquer time possa fazer, porque é uma competição muito dura. Mas nós temos um elenco muito poderoso, com muita personalidade, e nós conseguimos demonstrar isso em campo. Nós também mostramos ao mundo que nós fomos os melhores, nós mostramos desejo que tivemos e como somos respeitosos sempre somos com os nossos adversários”, afirmou ainda o jogador.

Será a décima temporada de Benzema no Real Madrid. Foi contratado na mesma janela que também vieram Kaká e Cristiano Ronaldo. Os dois já deixaram o clube e espera-se que Benzema tenha uma temporada muito melhor. Aos 30 anos, o jogador deve ser o titular neste início de temporada. “Eu acho que amadureci muito. Eu sempre desenvolvi o meu jogo. Eu ganhei muita experiência no clube que é o melhor do mundo. Foi um pouco complicado durante os primeiros anos, mas eu sempre lutei forte e eu tinha o objetivo de jogar e jogar bem neste clube”, disse o francês.

Lopetegui ainda quer um centroavante, mas até agora o Real Madrid não contratou nenhum. Chegaram o ponta Vinícius Júnior (€ 45 milhões), do Flamengo, o goleiro Thibaut Courtois (€ 35 milhões), do Chelsea, o lateral Álvaro Odriozola (€ 30 milhões), da Real Sociedad, e o goleiro Andriy Lunin (€ 8,5 milhões), do Zorya Lugansk.