Dono de cinco títulos portugueses nas últimas seis temporadas, o Benfica mostrou novamente a sua força, neste domingo, ao conquistar a Supercopa de Portugal com uma estrondosa goleada sobre o rival Sporting. Os Encarnados começaram devagar, mas deslancharam no segundo tempo para construir a vitória por 5 a 0, a mais ampla da competição desde que o próprio Sporting fez 5 a 1 sobre o Leixões, em 2002.

A partida foi particularmente decepcionante para Bruno Fernandes, grande destaque do Sporting especulado em diversos clubes europeus. Ele foi visto desolado, com a camisa sobre o rosto, no que pode ter sido a sua última partida pelos Leões – e ainda levou um rolinho.

Ao fim do primeiro tempo, Rafa Silva apareceu bem na segunda trave para completar, de primeira, o bonito passe de Pizzi. O português de 29 anos, aliás, foi muito bem na decisão, ampliando para 2 a 0 quando Rafa Silva retribuiu o favor e deu a assistência após roubar a bola na entrada da área. Grimaldo ampliou de falta. A dupla voltou a funcionar, aos 30 minutos do segundo tempo: Rafa Silva deu o passe, Pizzi entrou na área dominando e fez 4 a 0. No rebote, Chiquinho fechou o placar.

Foi a oitava conquista do Benfica na Supercopa, igualando o Sporting. O maior campeão é o Porto, com 21 títulos.

.

.

.

.