Senhoras e senhores, a Internazionale está de volta. Depois de seis anos sem disputar a Champions League, a tricampeã europeia reestreou, nesta terça-feira, recebendo o Tottenham, em San Siro. Fazia uma partida muito ruim, sem conseguir ameaçar o adversário. Perdia por 1 a 0. Até os 40 minutos do segundo tempo, quando Mauro Icardi, em sua primeira partida no principal torneio europeu, empatou. E, aos 46, veio o êxtase: Matias Vecino, de cabeça, selou a virada e a vitória nerazurri por 2 a 1.

A Internazionale passou a maior parte da partida em apuros. Não porque o Tottenham atuou de maneira exuberante, mas porque foi mais eficiente no campo de ataque, criou mais chances e aproveitou uma delas – com a ajuda da sorte. O problema principal era a configuração do grupo. Se der a lógica, essas duas equipes brigarão pela segunda vaga nas oitavas de final, considerando que a primeira é do Barcelona. Logo, perder em casa, mesmo ainda na primeira rodada, seria desastroso para a Inter.

A etapa inicial foi bastante equilibrada, com as duas equipes destruindo a jogada no meio-campo. O setor da Internazionale, com Vecino, Nainggolan e Brozovic, prevaleceu na questão física e impediu que o Tottenham tocasse a bola com qualidade. Houve poucas chances de gol, mas a duas melhores foram dos visitantes. Uma cobrança de falta no cantinho de Eriksen, que Handanovic espalmou. E um passe brilhante do dinamarquês para Harry Kane, que driblou o goleiro, mas perdeu a passada e não conseguiu finalizar.

No outro lado, o único susto que Michel Vorm levou foi em um desvio atrapalhado de Davinson Sánchez contra o próprio patrimônio. Logo aos oito minutos do segundo tempo, o Tottenham abriu o placar. Eriksen mandou de fora da área, e Handanovic defendeu. O próprio meia dinamarquês pegou o rebote e contou com um desvio em Miranda que encobriu o goleiro da Internazionale – que, para alguns, falhou no lance.

Em vez de reagir, a Inter passou pelo seu pior momento da partida depois de levar o gol. Simplesmente não conseguia criar. A única defesa que Vorm precisou fazer nesse período foi em uma cabeçada fraca de Perisic. No outro lado, a velocidade do Tottenham causava problemas, e Handanovic trabalhou bem em chute de Lamela. Kane errou o rebote, e Son colocou a bola nas redes, mas a jogada já estava parada por impedimento.

Como defendeu apenas Sampdoria e Internazionale profissionalmente, Icardi nunca teve a oportunidade de disputar uma partida de Champions League, mesmo sendo um dos melhores atacantes do mundo. Sua estreia não corria bem. Ele havia finalizado apenas uma vez até emendar de primeira o cruzamento de Asamoah e acertar o cantinho de Vorm para empatar. O próprio argentino cavou a jogada de escanteio, com uma cabeçada, que levou o San Siro à loucura.

O Tottenham portou-se bem para uma partida fora de casa de Champions, em um estádio lendário e quente como o San Siro, mas vacilou demais nos acréscimos. Permitiu que a Inter realizasse uma tabelinha de cabeça dentro da sua própria área, posicionado para defender o escanteio. A cobrança foi aberta, De Vrij tocou para a pequena área, onde Vecino apareceu para mandar às redes e enviar a mensagem: a Internazionale voltou e não voltou para brincar.