Em um jogo que se vence por 3 a 0, é muito normal olhar para o bom desempenho do ataque. O Liverpool venceu o Watford por 3 a 0, contando com gols de Mohamed Salah, Trent Alexander-Arnold e Roberto Firmino, além de bom desempenho de Sadio Mané. Todos eles foram bem, mas é importante ressaltar outro aspecto do time: o zagueiro Virgil Van Dijk, mais uma vez muito bem e fundamental para dar segurança a um time que tem potencial para envolver no ataque. Entre os pontos importantes, o técnico Jürgen Klopp tem encontrado uma forma de jogar para encaixar Xherdan Shaqiri, que, mais uma vez, fez bom jogo.

LEIA TAMBÉM: Carisma: Atacante anotou golaço no treino e Bielsa atravessou o campo correndo só para abraçá-lo

O primeiro tempo, que acabou 0 a 0, mostrou a dificuldade que o Liverpool tinha em campo. Era um jogo difícil e o Watford, de bom desempenho na temporada, engrossou bastante o caldo no estádio Vicarage Road. Teve inclusive um gol anulado, ainda na primeira etapa, por impedimento corretamente marcado. Diante de um público de 20.540 pessoas, o time chegou a reclamar de um pênalti que, de fato, aconteceu na segunda etapa.

O Liverpool abriu o placar aos 22 minutos da etapa final. Em boa jogada pela esquerda, Sadio Mané chegou à linha de fundo e cruzou rasteiro para Salah, que completou de primeira para o gol abrindo o placar. Salah, aliás, atuou como referência no ataque mais uma vez, com Roberto Firmino flutuando atrás dele, sendo uma espécie de meia, mas muito encostado no atacante. Assim, Xherdan Shaqiri atuou pela direita, com Mané pela esquerda. Shaqiri, aliás, foi muito bem, mais uma vez, criando algumas boas chances ainda no primeiro tempo.

O segundo gol saiu em uma cobrança de falta perfeita de Alexander-Arnold. Em falta próxima à área, o lateral direito foi preciso, cobrou com categoria e não havia nada que o goleiro Bem Foster pudesse fazer para evitar o gol, aos 31 minutos. Pouco depois, o capitão do Liverpool, Jordan Henderson, cometeu falta no meio-campo e tomou o segundo cartão amarelo. Ficará fora do próximo jogo, contra o Everton.

Já no fim do jogo, o Liverpool fechou a conta com um contra-ataque rápido. Andrew Robertson deixou a marcação para trás, abrindo espaço pelo corredor esquerdo, e tocou para o meio. Mané finalizou forte, Foster defendeu, mas Firmino aproveitou o rebote, de cabeça, tocando no alto para marcar 3 a 0 e fechar a conta.

Com a vitória, o Liverpool segue invicto na Premier League em 13 jogos disputados, pela primeira vez desde a temporada 2007/08. Segue na perseguição ao Manchester City, ainda líder com 35 pontos. O Liverpool tem 33. A diferença é que o Liverpool tem 10 vitórias e três empates, enquanto os Citizens acumulam 11 vitórias e dois empates. O time do técnico Jürgen Klopp sonha com o título inglês, que não vem desde a temporada 1989/90. Nunca venceu depois da mudança de nome para Premier League. Tem mostrado em campo uma evolução que o classifica a essa disputa. O problema é lidar com o Manchester City, que vai jogando muita bola.