A Roma emplacou uma sequência de quatro vitórias e um empate (contra a líder Inter) em seus últimos cinco jogos na Serie A em 2019, subindo na tabela e terminando o ano em quarto lugar. Neste domingo, esperava dar pontapé inicial ao seu ano no mesmo ritmo, mas, dentro de casa, foi surpreendida pelo Torino. Com dois gols de Belotti e boa atuação de Sirigu no gol, os visitantes venceram por 2 a 0 no Estádio Olímpico.

Os primeiros dez minutos serviram de prelúdio aos dois heróis do jogo. No gol, Sirigu fez boa defesa para evitar o gol de Zaniolo em um chute desviado que ganhou altura e inicialmente ia encobrindo o goleiro. No ataque, Belotti ganhou na força e na velocidade dos defensores da Roma e bateu cruzado, forçando Pau López a fazer boa defesa antes de ver a bola pegar na trave direita.

Kolarov então respondeu para os giallorossi em duas oportunidades: primeiro com um chute rasteiro, de fora da área, à esquerda do gol, e depois em cobrança de falta, espalmada com categoria por Sirigu, tudo em um intervalo de dois minutos.

Pellegrini, bastante ativo no jogo ofensivo romanista, forçou o goleiro do Torino a outra bela defesa já na reta final do primeiro tempo, em chute rasteiro de dentro da área. Com tudo garantido lá atrás, Belotti fez sua parte quando teve sua melhor chance – ou, melhor, quando a criou do nada.

Nos acréscimos da primeira etapa, cercado por defensores dentro da área, o centroavante do Torino se livrou da bola com uma bomba, que não deu chances a López e estufou a rede depois de passar entre o goleiro e a trave direita.

Pellegrini ameaçou buscar o empate em duas oportunidades nos primeiros 20 minutos da etapa final, mas acabou parado por mais boas defesas de Sirigu.

Aos 37 minutos do segundo tempo, Belotti aproveitou a linha alta da defesa da Roma para tabelar rapidamente e, descendo em diagonal, tentou o chute de dentro da área. A finalização foi travada por Smalling, mas o inglês, se levantando da interceptação, acertou um bizarro tapa involuntário na bola. Após revisão via VAR, a arbitragem assinalou o pênalti, e o atacante do Torino converteu para matar o jogo.

Standings provided by Sofascore LiveScore

Por sua superioridade na primeira etapa e pelas inúmeras chances criadas, a Roma lamenta muito sair derrotada, ainda mais diante de duas atuações individuais inspiradas do adversário. Já os visitantes deram uma boa resposta a seu torcedor depois de se despedir de 2019 com uma derrota para a Spal por 2 a 1.

Como a briga da Roma nesta temporada é mesmo pela Champions League, o resultado não é exatamente uma tragédia. O time é o quarto colocado no momento, brigando com Atalanta e Cagliari, que, com um jogo a menos, podem diminuir a distância para um e dois pontos, respectivamente, se vencerem seus duelos nesta segunda-feira (6).

Alcançar Inter e Juve e brigar pelo título não é uma meta real aos giallorossi. Ainda assim, com a campanha excelente da rival Lazio, terceira colocada a apenas três pontos dos líderes, a pressão por uma resposta do outro lado da capital italiana é bem verdadeira. E, para isso, o time de Paulo Fonseca precisa apresentar mais estabilidade do que o que teve na primeira metade de temporada.