O treinador do West Ham, Gianfranco Zola, e o auxiliar Steve Clarke aceitaram indenização da emissora BBC nesta terça-feira, por difamação por falsa informação, após uma matéria que indicava que a dupla planejava assumir o comando do Chelsea.

A reportagem , com o jornalista esportivo Harry Harris, foi transmitida pela rádio BBC em fevereiro. Harris afirmava que Zola e Clarke haviam conversado com o dono do Chelsea, Roman Abramovich, com objetivo de assumir o comando do clube na próxima temporada.

A BBC concordou com as reclamações de que as informações divulgadas por Harris eram infundadas, pediu desculpas aos dois treinadores, e aceitou em pagar uma indenização aos dois.

O representante de Zola e Clarke, James Quartermaine, afirmou em tribunal: “A transmissão das informações infundadas causou a Zola e Clarke grande transtorno e ansiedade sobre a possibilidade disso causar problemas em seus relacionamentos com os donos do clube, jogadores e torcedores do West Ham United.”

A dupla assinou novos contratos com o West Ham no mês passado, o que deverá mantê-los na equipe até 2013. Já o atual técnico do Chelsea, Guus Hiddink, deverá voltar ao comando isolado da seleção russa, enquanto os Blues procuram por um substituto.