Quem olha para o resultado do Bayern de Munique diante do Nürnberg, um empate por 1 a 1, olhará para os dois pontos perdidos pelo líder da Bundesliga. Só que o jogo contra outro time da Baviera acabou sendo surpreendente e o empate pode ser considerado até mesmo um ponto ganho. E, com isso, deixou a briga pelo título alemão ainda viva, apesar da derrota do Borussia Dortmund no sábado.

O jogo teve muitas coisas estranhas. Um deles, por exemplo, foi a escalação de Thomas Müller. Titular no início do jogo, capitão do time, o jogador acabou substituído no intervalo por Serge Gnabry, que vem sendo um jogador mais importante para a equipe na temporada. Outra substituição que causou estranhamento foi envolvendo James Rodríguez. Ele entrou no lugar de Javi Martínez aos 12 minutos do segundo tempo. E foi substituído aos 27 minutos por Alphonso Davies. Ninguém entendeu direito.

O que aconteceu, segundo o técnico Niko Kovac, foi que o colombiano sentiu uma contusão na panturrilha. Gerou desconfiança o fato do diretor do clube, Hasan Salihamidzic, estar à beira do campo no momento que o colombiano foi substituído. Kovac disse que foi apenas porque Salihamidzic fala espanhol e foi usado como tradutor. Algo que convence muito pouco.

No começo do segundo tempo, aos três minutos, o brasileiro Matheus Pereira pegou um rebote e marcou, em um chute no canto do goleiro Sven Ulreich. O placar de 1 a 0 era surpreendente e fazia o torcedor do Dortmund, desacreditado depois de ver o time perder para o Schalke no sábado, abrir os olhos e ter ao menos um pouco de esperança. Mais do que isso: o Nürnberg briga contra o rebaixamento e o gol era importante para o clube.

O Bayern chegou a ameaçar em uma cobrança de falta de James Rodríguez que bateu na trave, mas o empate só viria um minuto depois da saída do colombiano. Gnabry recebeu cruzamento de Kingsley Coman e tocou para dentro do gol, aos 30 minutos da etapa final. Ainda daria tempo para tentar a virada e, assim, estabelecer uma vantagem de quatro pontos na liderança do Campeonato Alemão.

Só que as coisas mudaram quando, aos 44 minutos da etapa final, Davies deu uma cotovelada destrambelhada em George Margreitter. O árbitro não teve qualquer dúvida: apontou a marca da cal. Pênalti para o Nürnberg. Tim Leibold foi para a cobrança, já com o tempo regulamentar esgotado e nos primeiros segundos dos acréscimos. Ele chutou de pé esquerdo, cruzado, mas acertou a trave. Nada de gol e o Nürnbeg perdeu a chance de marcar mais dois pontos e ter mais esperanças de sair da zona do rebaixamento.

Atualmente o Nürnberg é o 17º colocado, penúltimo na tabela, com 19 pontos. O Hannover 96 é o lanterna com 18. O 16º, que vai para o playoff contra o rebaixamento, é o Stuttgart, que tem 24 pontos, já cinco pontos à frente com três jogos restantes para o fim da temporada.

Enquanto isso, o Bayern chega a 71 pontos, abrindo dois pontos do Borussia Dortmund. Poderia ser frustrante se perguntasse a um torcedor do clube antes do jogo, mas diante das circunstâncias, o ponto foi conquistado. São dois pontos de diferença na liderança com três rodadas para o fim do torneio. Deu alguma emoção ao Bundesliga.

O Bayern de Munique ainda enfrenta o Hannover 96 em casa, o RB Leipzig fora de casa e encerra a campanha diante do ótimo Eintracht Frankfurt em casa. O Dortmund, que ainda pode sonhar, joga contra o Werder Bremen fora de casa, o Fortuna Düsseldorf em casa e encerra a campanha contra o Borussia Mönchengladbach.