O Bayern Munique perdeu a chance de conseguir a sua sétima vitória consecutiva no Campeonato Alemão neste sábado ao empatar por 0 a 0 com o Hoffenheim fora de casa. Depois da derrota surpreendente para o Borussia Mönchengladbach na estreia, os bávaros tinham vencido todos os jogos. Neste sábado, o time não conseguiu se impor.

Mais uma vez, o meia Arjen Robben começou no banco de reservas. O holandês ainda recupera a melhor forma física depois de lesão no púbis. Exceção ao meia holandês, o time do Bayern estava completo.

No começo do jogo, o Bayern chegou mais à frente. Rondou a área do Hoffenheim, mas só conseguiu um lance agudo em um toque de Jérôme Boateng que venceu o goleiro, mas a zaga tirou em cima da linha do gol.

Aos 33 minutos, em um bom lance de ataque, Gylfi Sigurdsson demorou para chutar e caiu dentro da área. Os jogadores reclamaram porque Daniel van Buyten puxou a camisa do atacante, bem na frente do juiz. A queda forçada do islandês acabou atuando contra o atacante, que de fato teve a camisa puxada.

O lance melhorou o Hoffenheim. O holandês Ryan Babel entrou melhor no jogo e, em dois lances, levou muito perigo. Primeiro ao receber e arriscar de fora da área, e depois em um giro sobre o zagueiro Holger Badstuber, que se recuperou e mandou para linha de fundo. Na cobrança do escanteio, a bola veio de novo para o holandês, mas ele não conseguiu tocar bem.

O segundo tempo começou com o Bayern tentando pressionar no campo de ataque. O técnico Jupp Heynckes tirou Franck Ribèry e colocou Arjen Robben em campo. E logo no início, uma boa chance. Em lançamento da ponta direita para o atacante Mario Gomez, ele dominou, ficou sem ângulo e tocou para trás. Toni Kroos demorou para chutar e acabou travado.

Aos 24 minutos, o Bayern fez sua torcida comemorar. Em uma cobrança de escanteio, a bola foi desviada no meio da área, Daniel van Buyten tentou o gol de cabeça, o goleiro defendeu, mas rebateu e a bola sobrou para Bastian Schweinsteiger, que tocou para o fundo da rede. Só que mal conseguiu comemorar: o assistente marcou impedimento, corretamente, e o gol foi anulado.

Borussia Dortmund e Bayer Leverkusen vencem

Em casa, o Borussia Dortmund se recuperou das derrotas recentes e maltratou o pequeno Augsburg por 4 a 0. O nome do jogo foi o atacante polonês Robert Lewandowski, que marcou três gols. O primeiro gol do jogo foi aos 29, com Lewandoski, e o segundo aos 43 minutos do primeiro tempo, também com ele.

Logo no início do segundo tempo, veio a chance para o Augsburg diminuir. Gibril Sankoh cobrou um pênalti, mas perdeu. O Dortmund mantinha o resultado com certa folga. Até que aos 30 minutos, Mario Götze marcou o terceiro, que praticamente definia a partida. Só que três minutos depois, veio mais um, novamente com Robert Lewandowski.

Com isso, o Dortmund chega a dez pontos com sua terceira vitória na temporada em sete jogos e é o oitavo colocado. O Augsburg é o 16º, na zona do rebaixamento, com quatro pontos.

Quem também venceu foi o Bayer Leverkusen. Também jogando em casa, os aspirinas bateram o inconstante Wolfsburg por 2 a 1 e chegaram ao sexto lugar. Primeiro, Gonzalo Castro abriu o placar para os mandantes aos 13 minutos do primeiro tempo.

No segundo, Mario Madzukic empatou o jogo, aos oito minutos. O gol da vitória do Leverkusen veio com um suíço. O atacante Eren Derdiyok marcou, aos 20 minutos, e fechou o placar.

Confira os jogos da oitava rodada da Bundesliga:

Sexta-feira, 30/set
Kaiserslautern 0x2 Stuttgart

Sábado, 1/out
Borussia Dortmund 4×0 Augsburg
Bayer Leverkusen 2×1 Wolfsburg
Nürnberg 3×3 Mainz 05
Freiburg 1×0 Borussia Mönchengladbach
Hoffenheim 0x0 Bayern Munique
Hertha Berlim x Köln

Domingo, 2/outHannover 96 x Werder Bremen
Hamburg x Schalke 04