Diante da pausa na Liga dos Campeões e na Liga Europa, os grandes clubes europeus voltam a concentrar suas atenções nos campeonatos nacionais. É verdade que o título está praticamente decidido na Alemanha, na Espanha e na Inglaterra, além de encaminhada na França e na Itália. Nada que impeça os bons jogos. Bayern Munique e Paris Saint-Germain querem vingança na rodada, enquanto o Barcelona espera manter o encanto recobrado contra o Milan. Confira as melhores pedidas deste final de semana no futebol internacional:

 

O jogão

Bayer Leverkusen x Bayern Munique
Sábado, 14h30

Se o Bayern Munique não pode ostentar uma campanha invicta na Bundesliga, a culpa é do Bayer Leverkusen. Em outubro, os Aspirinas não se intimidaram com a pressão exercida pela torcida na Allianz Arena e superaram os bávaros por 2 a 1, com gol decisivo de Sidney Sam aos 42 minutos do segundo tempo. O tropeço serviu para que a equipe de Jupp Heynckes apresentasse toda a sua força nas semanas posteriores, acumulando sequência de 23 jogos invicta. A boa série foi quebrada na última quarta, pelo Arsenal, mas no campeonato nacional o time vem de oito vitórias consecutivas.

Anos-luz à frente dos adversários, o Bayern acumula 20 pontos de vantagem para o segundo colocado e só perde o título com uma hecatombe histórica. Já o Leverkusen, que ao menos no primeiro turno tinha esperanças de tomar a ponta da tabela, agora vem estabilizado na zona de classificação à Liga dos Campeões. A distância, porém, não deve ser pretexto para que os bávaros tirem o pé do acelerador, querendo evitar um novo tropeço. Além disso, ainda há a briga particular entre Stefan Kiessling e Mario Mandzukic, que disputam a artilharia com Robert Lewandowski.

Fique de olho também

Barcelona x Rayo Vallecano
Domingo, 17h

O Barcelona recuperou sua magia na última terça-feira, ao golear o Milan e alcançar a reviravolta na Liga dos Campeões. E os catalães terão uma ótima oportunidade para seguir encantando a crítica. O Rayo Vallecano não está sendo o saco de pancadas de costume nesta temporada, brigando pelas competições europeias, mas está muito aquém dos blaugranas. Para piorar, Léo Baptistão e Javi Fuego, dois dos destaques do time, estão suspensos. Situação mais que propícia para um massacre do Barça, que tinha enfiado 5 a 0 em Madri. Messi, que anotou dois gols naquela ocasião, poderá ampliar para 18 o número de rodadas consecutivas marcando por La Liga, novo recorde histórico em campeonatos nacionais de primeira divisão.

Juventus x Bologna
Sábado, 16h45

Aparentemente, o Bologna não é dos adversários mais temíveis à Juventus. Entretanto, os rossoblù sustenta a melhor sequência recente na competição, com três vitórias nas três últimas rodadas – incluindo Internazionale e Fiorentina entre as vítimas. A Vecchia Signora, por sua vez, diminuiu as oscilações do começo do ano e se aproveitou dos tropeços do Napoli para acumular nove pontos de vantagem na liderança. No primeiro turno, Paul Pogba precisou resgatar a Juve aos 47 minutos do segundo tempo, selando a vitória por 2 a 1. E, mesmo contando com Andrea Pirlo, Claudio Marchisio e Arturo Vidal afinados, os bianconeri sabem que precisarão de cuidados redobrados com Alessandro Diamanti.

Saint-Étienne x Paris Saint-Germain
Domingo, 17h

O Saint-Étienne teve a honra de ser o primeiro time a desbancar o Paris Saint-Germain nesta Ligue 1. Dentro do Parc des Princes, os visitantes venceram por 2 a 1, com direito a Ibrahimovic expulso. Semanas depois, os Verts ainda foram responsáveis pela eliminação do PSG na Copa da Liga Francesa, com triunfo nos pênaltis. Tranquilos na liderança, os parisienses agora querem tirar da garganta os algozes, que brigam por vaga na próxima Liga dos Campeões e ainda não perderam em 2013. Para atrapalhar o Saint-Étienne, Lucas se recupera bem de lesão no tornozelo e pode voltar o time de Carlo Ancelotti neste final de semana.

Newell’s Old Boys x River Plate
Domingo, 16h10

O Newell’s não começou tão bem o ano, irregular no Torneio Final e na Copa Libertadores, mas poucos clubes argentinos podem contar com um elenco tão tarimbado. Maxi Rodríguez, Heinze e Scocco são as estrelas dos leprosos. Do outro lado, exceção feita a Trezeguet e a Ponzio, o River Plate possui um time impulsionado por garotos. E a mistura tem dado certo sob o comando do ídolo Ramón Díaz, rendendo quatro vitórias em cinco rodadas. Promessa de jogo interessante em Rosário.

O clássico

Seattle Sounders x Portland Timbers
Sábado, 21h

A terceira rodada da MLS contará com diversos derbies regionais, mas nenhum tão acirrado quanto o Clássico do Noroeste. A rivalidade entre as cidades é comum em outros esportes americanos, como nos bons tempos de SuperSonics e Trail Blazers na NBA. Além disso, o histórico de confrontos vem desde 1975, quando Sounders e Timbers faziam parte da extinta NASL. Não são times com tantos títulos, mas possuem torcidas apaixonadas – algo que não é padrão nos EUA. O Seattle teve a maior média de público em 2012, com 44 mil pessoas por jogo, enquanto o Portland foi o único com 100% de ocupação em todas as rodadas. No último encontro, 66 mil espectadores assistiram à vitória dos Sounders, o maior público da MLS desde 1996.

O reencontro

Manchester United x Reading
Sábado, 14h30

Apesar das disparidades entre os elencos, United e Reading protagonizaram um jogo equilibradíssimo no primeiro turno. Foram três viradas no placar e uma vitória suada dos Red Devils por 4 a 3. Desta vez, Sir Alex Ferguson espera sofrer menos em Old Trafford. O United vem de 16 jogos de invencibilidade na Premier League, enquanto os Royals perderam seus últimos quatro compromissos. Ótima chance de redenção para Rooney, que arrebentou no primeiro turno, e para Van Persie, com apenas um gol nos últimos dez jogos pelo clube.

Vale uma zapeada

Confira a programação de TV

Swansea x Arsenal
Sábado, 12h

Será o quarto jogo entre Arsenal e Swansea nesta temporada. E, em todos os embates anteriores, as duas equipes garantiram o entretenimento. Os Swans levaram a melhor dentro do Emirates no primeiro turno, enquanto os Gunners avançaram na Copa da Inglaterra. O time de Arsène Wenger saiu de cabeça erguida da LC, após bater o Bayern Munique, e agora espera que a atuação motive na Premier League. Os londrinos estão a cinco pontos de distância do Top Four e precisam de uma boa sequência para evitar o desastre total na temporada. Já os galeses vêm como franco-atiradores e apostam em Michu, autor de três gols contra o Arsenal.

O cara

Riccardo Montolivo
Milan x Palermo
Domingo, 11h

O Milan não foi capaz de superar o Barcelona na Liga dos Campeões e agora se concentra para tentar retornar ao torneio continental na próxima temporada. Sem perder na Serie A há dez partidas, os rossoneri têm ótima oportunidade para se reanimar. Recebem no San Siro o Palermo, que não vence há 14 rodadas e vem de mais uma troca de técnico. Uma das chaves para a possível goleada deverá ser Montolivo, em excelente fase. O meio-campista deve ditar o ritmo do Diavolo, para que El Shaarawy e Balotelli disparem na frente e balancem as redes.

O brasileiro

Bobô
Kayserispor x Galatasaray
Domingo, 11h30

Quem é o melhor brasileiro na corrida pela Chuteira de Ouro nesta temporada? É verdade que Messi tem o quádruplo de pontos, mas Bobô é o único que pode se gabar por estar entre os 100 primeiros, na 95ª colocação. O ex-corintiano continua fazendo sucesso na Turquia e é o terceiro na tábua de artilheiros da Süper Lig, com 13 gols. Treinado por Robert Prosinecki, o Kayserispor briga por vaga na Liga Europa. Neste domingo, a equipe tentará atrapalhar a vida do Galatasaray, que, além de classificado na Champions, lidera com quatro pontos de vantagem.

Passe longe

Honved x Ferencvarosi
Domingo, 12h30

Duas grandes potências do futebol húngaro que vivem o ostracismo nos últimos anos. Localizados em distritos próximos de Budapeste, os clubes tiveram o auge da rivalidade nos anos 1950. Time do exército, o Honvéd tirou Sándor Kocsis e Zoltán Czibor do Ferencvarosi, então campeão nacional. A dupla se juntou a Ferenc Puskas e formou o ataque da seleção que assombraria o mundo, vice-campeã da Copa de 1954. Hoje, nada de craques deste calibre. Os times aparecem no meio da tabela e sonham ter fôlego para chegar ao menos na Liga Europa.