Nem sempre um grande jogador tem profundo conhecimento sobre futebol. Às vezes, gosta apenas de jogar e não de assistir. Na realidade, às vezes nem gosta tanto de jogar, mas gosta do dinheiro e da fama. Sem julgamentos. Não há nada de errado nisso. Mas não é o caso de Lionel Messi, segundo o técnico da seleção argentina, Edgardo Bauza.

LEIA MAIS: De mal com a imprensa e insatisfeito consigo, Tevez exibe que o fim de sua carreira está próximo

Bauza contou que ficou impressionado com a profundidade do conhecimento do craque sobre futebol na conversa em que Messi lhe disse que voltaria a defender a seleção argentina.

“O que me surpreendeu foi o quanto ele sabe sobre futebol”, disse Bauza, em entrevista ao jornal Sport. “Porque ele sabe tudo. Sobre seus companheiros, sobre o time técnico, sobre futebol. Está ciente de tudo. Eu sempre achei que um jogador do nível dele teria que ser alguém que sabe tudo sobre futebol. Mas ele me surpreendeu mesmo assim. Leo sabe tudo sobre tudo. Nada escapa dele. Ele tem um entendimento muito importante e isso ajuda quando alguém tem que lhe comunicar alguma ideia”.

Bauza deu mais detalhes da reunião com Messi e Mascherano, que também havia decidido afastar-se da seleção. “Primeiro, perguntei se ele nos receberia”, contou. “Quando ele aceitou, sabia que não haveria nenhum problema com ele porque seria uma conversa sobre futebol. Eu não fui convencer Messi, mas estava convencido que, durante a conversa, uma possibilidade apareceria. Ele me recebeu com Mascherano na Ciutat Esportiva e, depois da conversa, não havia nada mais a dizer que não fosse ‘rapazes, vocês estão convocados para o próximo jogo’.”