A Trivela estava encurralada. Não havia dinheiro e talvez precisássemos fechar as portas ao fim da atual temporada europeia, pelo menos da operação profissional que tocamos há tantos anos. Não queríamos fazer isso. Amamos a Trivela. Amamos o que fazemos e para quem fazemos, e foi a vocês que, com as costas encostadas na parede, recorremos. E vocês corresponderam.

E corresponderam além de todas as nossas expectativas. Colocamos no ar um projeto de financiamento coletivo, com uma série de metas, imaginando que com um pouco de sorte as alcançaríamos em alguns meses, garantindo pelo menos as nossas contas mais básicas, a nossa sobrevivência.

Ele foi concluído em menos de 24 horas.

Estabelecemos mais uma meta para poder afrouxar um pouco os cintos e evitar cortes que comprometeriam a qualidade do que fazemos, como uma agência de fotos que nos fornece as imagens que vocês conferem no nosso site.

E a nova meta foi cumprida em poucos dias.

A partir do ano que vem, nossas melhores matérias, aquelas que vocês comentam que parecem livros, virarão, de fato, livros: um e-book a cada seis meses, com algumas das nossas grandes séries de reportagens do passado.

E estamos preparando um cronograma para as metas anteriores porque, falando francamente, não imaginávamos que teríamos que entregá-las todas de uma vez – o que estamos muito, muito felizes de podermos fazer.

Estamos comovidos com a resposta de vocês e profundamente agradecidos por todo o carinho e apoio que surgiram de todos os lados diante da perspectiva de desaparecermos.

Apelamos em nome da nossa sobrevivência e vocês nos deram algo a mais. Vocês nos deram esperança, o direito de sonhar que, se continuarmos lado a lado, podemos seguir firmes e ficar cada vez mais fortes, produzindo um jornalismo esportivo independente e de qualidade, sem apelações e polêmicas baratas.

Por isso, vamos em frente. A segunda fase do nosso projeto de financiamento coletivo traz três novas metas.

A primeira, em R$ 10 mil, recuperará uma antiga seção da revista Trivela. A Capitais do Futebol une geografia, história e muito futebol, com uma matéria especial por mês contando a relação entre uma cidade ao redor do mundo, seus clubes e seus estádios.

A segunda, em R$ 12 mil, busca fortalecer o nosso canal de YouTube. Já fizemos muito conteúdo na plataforma (pode conferir em youtube.com/trivelafutebol), mas queremos estar mais presentes por lá. Quando atingirmos esta meta, prometemos um vídeo semanal, contando histórias do futebol ou falando de algum assunto que mereça mais detalhes, sempre com a nossa cara.

Por fim, se chegarmos a R$ 15 mil, estaremos de volta ao papel. Foi muito bacana a nossa experiência com o Almanaque da Copa do Mundo de 2018, com o que rolou de mais importante na Rússia em uma edição especial impressa da Trivela. Mas também houve muitos problemas e a fizemos sem nenhum lucro.

Se atingirmos os R$ 15 mil, retomaremos a ideia do Almanaque, mas da temporada do futebol europeu. Com foco nas principais ligas do continente, traremos, uma vez por ano, o que de melhor aconteceu, também na Champions League e na Liga Europa.

Os apoiadores ganharão a edição digital e terão desconto na edição impressa (com o valor desembolsado cobrindo apenas os preços de custos e envios). Os Almanaques estarão à venda pelo preço integral para o público em geral.

Graças a nossos leitores, sobrevivemos. E, agora, queremos crescer. Venha com a gente nesta nova Trivela. Você faz a diferença. Vamos fazer história juntos?

Ainda não apoia a Trivela? 

Apoia.se/trivela

 

**********

E fiquem com a edição de Buenos Aires da Capitais do Futebol, da nossa boa e velha revista, assinada por Ubiratan Leal, para terem uma ideia do que faremos quando a próxima meta for atingida.

Para visualizar as páginas em tamanho maior, clique com o botão direito do mouse e selecione em “abrir imagem em nova guia”. Além disso, também é possível conferir o conteúdo na plataforma Issuu, através do link. Abaixo, as páginas estão fora de ordem para facilitar a leitura do texto principal, com os boxes que intercalam o conteúdo compilados em seguida.