Sem Lionel Messi, Luis Suárez e Ousmane Dembélé, Ernesto Valverde não teve muita opção para mudar o panorama de um jogo complicado contra o Osasuna, no estádio El Sadar, onde o dono da casa não perde pelo campeonato desde abril de 2018. O jeito foi recorrer ao jovem Ansu Fati, de apenas 16 anos. E rapidamente o jogador de Guiné-Bissau empatou para os catalães, tornando-se o mais jovem a fazer um gol pelo Barcelona na história de
. Não foi suficiente e, pela segunda vez em três rodadas, o atual campeão espanhol tropeçou: 2 a 2. 

Cheio de desfalques no ataque, o Barcelona começou com Carles Pérez, outro prata da casa, Rafinha e Griezmann pelo centro, e simplesmente não fez nada em um primeiro tempo no qual conseguiu apenas duas finalizações, nenhuma no alvo, apesar de 76% de posse de bola. O Osasuna foi muito mais produtivo e abriu o placar, logo aos sete minutos, com um bonito chute de primeira de Roberto Torres. 

Natural que Valverde fizesse mudanças logo no intervalo e ele foi recompensado pela cabeçada de Fati, aos seis minutos do segundo tempo, completando o cruzamento de Pérez. Outro que foi introduzido ao time na segunda etapa foi Arthur que, pouco depois, fez um movimento raro: chutou a gol. Dentro da área, limpou dois marcadores antes de acertar um bonito chute no canto do goleiro Rubén. Foi seu primeiro tento com a camisa do Barcelona. 

Os visitantes não haviam começado a jogar por música, mas melhoraram o bastante para virar contra o recém-promovido Osasuna. Contudo, a nove minutos do fim, Piqué cometeu pênalti por bloquear um cruzamento com o braço. Torres cobrou e garantiu o empate ao Osasuna, com cinco pontos em três rodadas no seu retorno à elite. Enquanto isso, O Barcelona, ainda sem vencer fora de casa, soma quatro.