A última rodada de La Liga foi um tanto com clima de fim de feira para seus três principais times. Já tinha sido assim como Atlético de Madrid, que empatou fora de casa com o Levante, e com o Real Madrid, que perdeu para o Betis. O Barcelona também entrou na onda. Diante do Eibar, os catalães, já previamente campeões, ficaram só no empate por 2 a 2. O que se viu em campo foi bastante característico: coletivamente, o time não foi bem e teve uma má atuação. Só que tinha Lionel Messi e ele marcou duas vezes para ser o destaque da partida.

O time colocado em campo por Ernesto Valverde foi a base titular. Entre os ausentes, o principal foi Luis Suárez, que sequer foi relacionado por lesão. Coutinho e Arthur também ficaram fora por motivos físicos, assim como Ousmane Dembélé. Sergi Roberto ficou mais no ataque, junto com Messi e Malcom. Além de todos esses, o goleiro foi trocado também, com Jasper Cilessen em campo. E o goleiro holandês não foi muito bem.

Marc Cucurella, emprestado pelo Barcelona ao Eibar, marcou 1 a 0 aos 20 minutos, em uma bola que o goleiro Cillessen aceitou. Era defensável. Lateral esquerdo de origem, se tornou um ponta no Eibar, atuando muitas vezes mais ofensivamente. O Barcelona reagiu e, aos 31, empatou. Arturo Vidal encontrou Lionel Messi no meio da defesa e o camisa 10 só tirou levemente do goleiro e tocou para o fundo do gol: 1 a 1.

Logo depois, aos 32 minutos, Ivan Rakitic lançou Messi, que saiu do campo de defesa e partiu sozinho para ficar frente a frente com o goleiro e tocar com categoria por cima do goleiro: 2 a 1. O Eibar, porém, empataria. Cilessen saiu jogando muito mal e Pablo De Blasis, de longe, pegou de primeira a bola e acertou o gol, igualando o marcado em 2 a 2. Todos os gols no primeiro tempo.

O segundo tempo teve três jogadores da base do Barcelona entrando em campo. O primeiro deles foi Moussa Vagué, de 20 anos, jogador que esteve na Copa do Mundo por Senegal. Lateral direito e meia pela direita, o jogador ainda é uma promessa do time B. Logo depois, Carlos Aleñá, que tem sido usado, entrou também. Por fim, Carles Pérez, 21 anos, um ponta que é também do time B.

O uso da base, porém, é das poucas coisas que dá para dizer do jogo. Porque não houve grande coisa a ser falado. Foi mesmo o clima de fim de feira. Nem mesmo Messi conseguiu fazer algo para, quem sabe, marcar mais um gol e aumentar a sua vantagem na disputa pela Chuteira de Ouro. O argentino chegou a 36 gols e está bastante tranquilo em relação a Mbappé, que tem 32 e só mais um jogo a disputar.

O Barcelona termina a temporada com 87 pontos, 90 gols marcados e 36 sofridos. Foram 26 vitórias em 38 jogos de La Liga, com nove empates e três derrotas. Fira a 11 pontos do segundo colocado, Atlético de Madrid. Messi termina a liga com 36 gols marcados, muito à frente dos seus concorrentes. Benzema foi o segundo com 21 gols.

Ainda há um jogo para disputar. No próximo sábado, dia 25, o Barcelona joga contra o Valencia a final da Copa do Rei. Será a chance de terminar a temporada com a dobradinha, títulos da liga e da Copa. Não apaga o vexame diante do Liverpool na Champions League, mas ao menos é a conquista de dois títulos importantes.