O jornal Marca, da Espanha, noticiou nesta quarta-feira (8) que o Barcelona foi a equipe que mais ganhou dinheiro com a participação na Champions League da temporada 2018/19. Com € 117,7 milhões arrecadados, os blaugranas superaram mesmo o Liverpool, campeão da competição, que levou € 111 milhões do torneio.

O Barcelona se beneficiou de ser o único espanhol a partir das quartas de final, concentrando mais dinheiro da fatia de mercado da Espanha, enquanto o Liverpool teve que compartilhar mais, já que quatro ingleses estiveram nas quartas e a final teve também o Tottenham. Neste quesito de fatia de mercado, enquanto o Barça faturou € 22,9 milhões, o Liverpool levou € 13,1 milhões. O Tottenham, por sua vez, arrecadou € 16,5 milhões no mesmo quesito.

A fatia de mercado é distribuída de acordo com o valor proporcional de cada mercado de direitos de transmissão, representado pelos clubes participantes a partir da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Ainda assim, o coeficiente de desempenho foi onde ficou concentrada a maior diferença entre Barcelona e Liverpool. Os catalães receberam € 34,3 milhões pelo coeficiente, enquanto os Reds ganharam € 23,2 milhões. Este coeficiente é determinado pelo desempenho das equipes nos últimos dez anos de Champions League.

Na soma total, o Tottenham foi o terceiro clube que mais arrecadou durante a última temporada da competição, com € 101,6 milhões. O top 10 foi completado por Juventus (95m euros), Manchester United (93m euros), Manchester City (93m euros), PSG (85m euros), Real Madrid (85m euros), Atlético de Madrid (85m euros) e Bayern de Munique (82m euros).

O valor total que foi distribuído aos clubes foi de € 1,976 bilhão, levemente superior ao montante previsto para a atual temporada (€ 1,95 bilhão).

Você pode conferir aqui o relatório da Uefa em detalhes.

Como é feita a distribuição

As receitas advindas da Champions League são divididas a partir de quatro pontos principais: participação na fase de grupos (25%), quantias fixas (30%), coeficiente de desempenho (30%) e fatia de mercado (15%).

Participação na fase de grupos

Aqui, todos os clubes presentes na fase de grupos recebem € 15,25 milhões.

Quantias fixas

Podemos dividir esta seção em duas partes: bônus de performance na fase de grupos e recompensas por avançar às fases seguintes. Na fase de grupos, vitórias valem € 2,7 milhões, e empates se traduzem em € 900 mil. No mata-mata, classificados às oitavas levam € 9,5 milhões; às quartas, € 10,5 milhões; às semis, € 12 milhões; e à final, € 15 milhões.

Coeficiente de desempenho

A Uefa criou um ranking de desempenho com base nos resultados das equipes em competições europeias nos últimos dez anos, levando ainda em conta pontos bônus por títulos de Champions League/Copa dos Campeões, Liga Europa/Copa da Uefa e Recopa da Uefa. A remuneração aqui, então, acontece com base no posicionamento do clube no ranking.

Fatia de mercado

Como descrito acima, a fatia de mercado é determinada de acordo com o valor proporcional de cada mercado de direitos de transmissão, representado pelos clubes participantes a partir da fase de grupos da Champions League.