Barcelona perde caminhão de gols, mas lado bom fica para as opções que se afirmam

Se Luis Suárez viveu uma noite ruim em San Mamés, Umtiti e Arda Turan seguem chamando atenção no início de temporada

Visitar San Mamés Barria é sempre uma tarefa ingrata no Campeonato Espanhol. Conquistar três pontos já está mais do que satisfatório, e o Barcelona cumpriu isto neste domingo. Porém, por seu futebol, os blaugranas decepcionaram um bocado diante do Athletic Bilbao. A despeito de algumas boas atuações individuais, o time de Luis Enrique errou demais. Perdeu várias chances claras de gol, principalmente com Luis Suárez, em noite ruim. Por sorte, Ivan Rakitic apareceu de maneira decisiva no País Basco, aproveitando grande cruzamento de Arda Turan (outra vez bem) para assegurar a vitória por 1 a 0.

Independente do domínio na posse de bola, o Barcelona não soube lidar tão bem com a pressão alta do Athletic. Tanto que, por um erro grave, quase tomou o gol aos 10 minutos. Novo dono da meta blaugrana, Marc-André ter Stegen deu um passe nos pés de Beñat, que, na hora de chutar, carimbou o rosto do alemão. O goleiro, aliás, foi bastante participativo no jogo, superando a marca de 50 passes efetuados, algo que um jogador de sua posição não alcançava em La Liga desde 2005/06. Para a felicidade dos catalães, ao menos, a falha não abalou a confiança de Stegen, que até se arriscou fora da área e também realizou boas defesas.

Do outro lado, o gol do Barcelona veio com 21 minutos. Arda Turan impressiona pela boa forma neste início de temporada, bem diferente de seus primeiros meses em Barcelona. Substituto de Neymar no ataque, o turco vem sendo o mais efetivo do trio. Tanto que, neste domingo, foi ele quem criou o gol da vitória, em cruzamento para a infiltração de Rakitic. Já Luis Suárez e Lionel Messi não demonstram a precisão costumeira, apesar de auxiliarem bem na construção das jogadas. Muitos foram os arremates para fora e o uruguaio, nos minutos finais, perdeu um gol feito, em bola salva pelo zagueiro Bóveda.

Ao menos os erros do ataque não cobraram o seu preço ao Barcelona. A defesa se manteve segura, principalmente no miolo da zaga. Outra vez, Samuel Umtiti teve ótimo desempenho, mantendo a solidez e oferecendo muita combatividade. No final, o francês acabou substituído, e Mascherano não se saiu tão bem. O problema é que o Athletic também não vivia grande noite ofensivamente, com Raúl García e Iñaki Williams ficando no quase. Na melhor chance, Beñat cobrou falta com muito perigo, mas pelo lado de fora da rede.

Seis pontos somados, o Barcelona mantém o ritmo forte ao lado do Real Madrid e do surpreendente Las Palmas, os únicos com 100% de aproveitamento. É o ponto positivo, junto com as opções que Luis Enrique ganha para rotacionar o seu elenco, com Arda, Umtiti e Denis Suárez – outro que merece elogios pela atuação. Acréscimos importantes, especialmente diante da oscilação dos craques.