O Barcelona anunciou a esperada contratação de Antoine Griezmann, jogador de 28 anos que estava no Atlético de Madrid. Segundo informado no site do clube, a cláusula de rescisão de € 120 milhões foi paga para efetivamente contratar o francês. O problema é que o Atlético de Madrid diz que o acerto entre clube e jogador aconteceu antes do dia 1º de julho, data em que a multa rescisória caiu para € 120 milhões como previsto em contrato, e, portanto, cobra que a multa paga seja a anterior, de € 200 milhões.

A comprovação do pagamento da multa rescisória foi depositada na sede da liga espanhola na manhã desta sexta-feira pelo advogado de Griezmann. O jogador assinará contrato até 2024 e com uma cláusula de rescisão um tanto absurda: € 800 milhões. Só que a discussão sobre a cláusula com o Atlético de Madrid ainda deve render alguns capítulos.

“O Atlético de Madrid considera que a quantidade depositada é insuficiente para fazer frente a sua cláusula de rescisão, posto que é óbvio que o compromisso do jogador com o Fútbol Club Barcelona foi fechado antes da data que se produziu a modificação da cláusula, como mostra a comunicação que o jogador realizou no dia 14 de maio anunciando a sua desvinculação do clube”, diz o comunicado divulgado pelo clube da capital espanhola.

Aos 28 anos, Griezmann chega ao seu terceiro clube na carreira. Formado nas categorias de base da Real Sociedad, se transferiu para o Atlético de Madrid em 2014 por € 30 milhões. Dirigido por Diego Simeone, Griezmann se tornou um dos melhores jogadores do mundo. Fez 257 partidas, 133 gols, 46 assistências, e conquistou três títulos: a Liga Europa e Supercopa da Europa em 2018 e a Supercopa da Espanha em 2014.

A novela da sua contratação se arrastou por muito tempo. Em junho de 2018, quando especulava-se que o jogador iria para o Barcelona, ele anunciou em um vídeo pouco antes da sua estreia na Copa do Mundo que permaneceria no Atlético de Madrid. Um ano depois, no dia 14 de maio, anunciou que deixaria o clube, mas não havia um destino definido. A divulgação da despedida antes mesmo de um acerto formal com outro clube é um dos elementos que faz o Atlético de Madrid reclamar que o acerto já estava feito e só foi oficializado depois.

Como a mudança do valor da cláusula só ocorreu no dia 1º de julho, desde esta data era esperado que o Barcelona fizesse o depósito da multa, mas isso não aconteceu até esta data, 12 de julho. Antes, no dia 5, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu chegou a dizer que havia tido uma primeira reunião com o diretor executivo dos catalães, Óscar Grau, e o conselheiro do Atlético de Madrid, Miguel Ángel Gil. Talvez uma tentativa de impedir que o Atlético usasse o argumento que usa agora.

Outro ponto sobre a contratação de Griezmann é que fica a dúvida sobre a questão Neymar. O jogador claramente quer deixar o PSG e voltar ao Barcelona, mas para que isso aconteça, certamente o clube catalão precisará desembolsar uma boa grana. Com o pagamento de Griezmann feito integralmente, as contas ficam comprometidas, de certa forma. Talvez sejam necessárias mais vendas para que seja possível levantar os fundos para levar Neymar de volta ao Camp Nou. Por enquanto, o que sabemos é que Griezmann está contratado. Se Neymar irá ou não acompanha-lo é uma outra história.

*****

Estamos também no YouTube! Confira nosso último vídeo e se inscreva no canal para fortalecer o jornalismo esportivo independente em mais um meio: