O grande momento do Campeonato Espanhol, enfim, acontece neste sábado, quando o clássico entre Barcelona e Real Madrid praticamente definirá os rumos da corrida pelo título. Quatro pontos atrás, os blaugranas não chegarão à liderança com o triunfo no Camp Nou, mas ficarão próximos de realizar uma reviravolta histórica em La Liga.

Por outro lado, os merengues estarão a um passo do título mesmo se segurarem o empate, embora uma vitória servisse também para lavar a alma do time de José Mourinho. O clube está invicto há 18 jogos na competição, justamente desde a derrota para os culés no primeiro turno. Além disso, já são sete partidas sem bater o Barça pelo Campeonato Espanhol, a última delas em 2008.

E, para apimentar mais o clássico, ainda há a disputa particular entre Lionel Messi e Cristiano Ronaldo pela artilharia da competição. Ambos já igualaram o recorde histórico da competição, dividindo o topo da lista com 41 gols. Com um jogo a menos, o argentino marcou em todas as últimas dez partidas que fez na Liga – um total de 18 tentos. Já Ronaldo não tem sido tão insaciável no período recente, mas possui a seu lado a invejável marca de sete hat-tricks.

Em entrevista coletiva antes do confronto, Pep Guardiola declarou que, embora o empate também seja vantajoso para os blancos, não espera uma postura defensiva dos rivais: “Tenho a sensação que eles virão para ganhar a partida, para nos apertar. La Liga continua nas mãos do Real Madrid e nossa intenção é adiar a decisão. Só nos interessa ganhar”.

O treinador ainda elogiou as virtudes dos rivais: “O Real Madrid sempre nos cria mais problemas que qualquer outra equipe. Sempre joga bem, ganhando ou não. Quando tivermos a bola, eles ocuparão os espaços, porque esta é uma de suas grandes virtudes. Temos que tentar levar a partida para o nosso domínio. Eles podem atuar de diversas formas, são muito intensos”.

Como vem o Barcelona

Sem perder há 54 jogos em casa e ostentando uma sequência de 11 vitórias na Liga, os blaugranas possuem duas grandes dúvidas para o jogo. Na defesa, Gerard Piqué ainda não está confirmado, mas deve ir para a partida. Com a volta do zagueiro, Javier Mascherano e Carles Puyol o acompanham na proteção ao gol de Víctor Valdés, enquanto Daniel Alves aparecerá mais solto pela lateral direita.

No meio de campo, Sergio Busquets, Xavi e Andrés Iniesta serão os titulares. A outra interrogação fica justamente para os companheiros de Lionel Messi no ataque. Alexis Sánchez sentiu dores durante a semana e treinou separadamente nesta sexta-feira. Sem o chileno, os favoritos para atuar nas pontas são Pedro e Cesc Fàbregas.

Como vem o Real Madrid

Diante da lei do silêncio proposta por José Mourinho, o assistente técnico Aitor Karanka foi o único a se manifestar sobre o jogo. E prometeu que os merengues irão atrás da vitória: “É uma partida que se desenrolará como nas últimas vezes que fomos ao Camp Nou, quando marcamos gols e empatamos. Precisamos da mesma atitude. O comportamento de nossos jogadores nelas foi fantástico, mesmo quando não se podia controlar a situação do jogo”.

Ao contrário dos culés, Mourinho não terá problemas para escalar sua equipe. A defesa não possui desfalques significativos e deverá manter Iker Casillas, Álvaro Arbeloa, Pepe e Sergio Ramos, todos titulares na derrota para o Bayern Munique pela LC. Falta saber apenas quem entrará na lateral esquerda. Fábio Coentrão foi titular em quatro dos cinco clássicos na temporada, mas, contestado, poderá dar espaço para Marcelo.

Suspenso na última rodada do Espanhol, Xabi Alonso volta a acompanhar Sami Khedira na cabeça de área. Logo à frente, Cristiano Ronaldo e Mesut Özil são nomes certos na trinca de meias, enquanto Ángel Di María e Kaká disputam uma posição – já que o argentino volta de lesão e talvez ganhe um descanso. Por fim, autor de três gols nos últimos cinco dérbis, Karim Benzema é a referência no ataque Blanco.

Confira os jogos da 34ª rodada de La Liga:

Sábado, 21/abr
Mallorca x Zaragoza
Sporting x Rayo Vallecano
Barcelona x Real Madrid
Sevilla x Levante

Domingo, 22/abr
Granada x Getafe
Real Sociedad x Villarreal
Racing x Athletic Bilbao
Atlético de Madrid x Espanyol
Valencia x Betis

Segunda-feira, 23/abr
Osasuna x Málaga