Tentando entrar na linha após mais uma série de polêmicas, Mario Balotelli afirmou que se inspira em Carlos Tevez para se redimir com a camisa do Manchester City. O atacante citou a determinação do argentino nos treinamentos, além de seu retorno bem-sucedido após suspensão, como exemplos a seguir.

“Eu preciso evoluir como jogador. Especialmente meu comportamento em campo, mas também do ponto de vista tático. Meu ponto de referência é o Tevez. Estou aprendendo com ele a dar o meu máximo a cada dia”, disse.

Durante a entrevista, Balotelli se irritou quando perguntaram se ele precisava começar a se consultar com um psicólogo: “Um psicólogo para mim? Eu acho que psicólogos fazem um trabalho importante, mas não preciso de um. Há um exagero sobre as minhas atitudes e gostaria que isso parasse. Quero ser julgado apenas pelo que faço dentro de campo”.

Por fim, o italiano comentou sua relação com o técnico Roberto Mancini: “Eu tenho sorte de trabalhar com Mancini, um dos melhores técnicos do mundo, se não for o melhor. Depois da minha última expulsão, ele temeu uma grande suspensão, por isso falou em termos tão duros. Porém, conversamos depois disso e sei que ele continua confiando em mim”.