Mario Balotelli se pronunciou pela primeira vez depois da novela que foi a sua transferência, que não se realizou. O atacante italiano, de 28 anos, continuará no Nice mais uma temporada, em algo que o presidente do clube já tinha explicado. O italiano contou que o novo técnico do clube, Patrick Vieira, foi fundamental para a sua permanência no clube da costa francesa. O ex-jogador do Arsenal, que estava no New York City, chegou para substituir Lucien Favre, que foi para o Borussia Dortmund.

LEIA MAIS: Presidente do Nice explica novela Balotelli, propostas que recebeu e por que ele decidiu ficar

Quando perguntado sobre o quanto a chegada de Vieira ajudou na sua permanência, Balotelli não tem dúvida de mostrar que esse foi um ponto crucial. “Isso com certeza. Isso mudou 80% da minha decisão”, contou. Na temporada 2017/18, Balotelli fez 38 jogos e marcou 26 gols. Só no Campeonato Francês, foram 28 jogos e 18 gols. Marcou o mesmo número de gols que Nabil Fekir, do Lyon, Falcao, do Monaco, e Mariano Diaz, também do Lyon. O artilheiro da liga foi Edinson Cavani, com 28 gols, com Florian Thauvin, do Marseille, com 22 gols e Neymar com 19, junto com Memphis Depay, do Lyon. Balotelli estava em alta no mercado.

“Para ser honesto, no fim da última temporada, eu tinha a intenção de sair e o presidente do clube sabia disso”, afirmou o atacante ao site do clube. “Ficar foi minha escolha porque, primeiro de tudo, ninguém me diz o que fazer. Eu faço o que sinto, o que quero, isso é sempre com respeito por todo mundo, mas a decisão final na minha carreira é sempre minha. Eu fiquei porque, no final, eu preferi ficar”.

“Eu falei com o presidente e Patrick. Do modo deles, eles falaram comigo e a proposta foi boa. Eu falei com o meu empresário e disse: vamos ficar mais um ano”, disse o atacante. “Sair agora, eu não vou dizer que seria estúpido, porque talvez eu quisesse uma mudança antes, mas eu pensei sobre isso e talvez seja melhor terminar onde eu me sinto bem, assim eu não arrisco mudar agora quando eu tenho apenas mais um ano [de contrato]”, explicou Balotelli.

“Eu tinha uma proposta do Marseille. Foi um dos cinco times. Eu não sei porque só o Marseille foi noticiado. Então todo mundo estava pensando: ‘Mario vai para o Marseille’. O Marseille está jogando na Europa [Liga Europa], então por isso que eu olhei para o Marseille como um time para onde poderia me transferir. Mas eu olho o que é melhor e no fim eu fiquei aqui”, analisou.

Um dos pontos que Olympique de Marseille e Nice não chegaram a um acordo foi o valor da transferência. O Nice pedia € 10 milhões pelo atacante, que tem contrato até junho de 2019, segundo Jaques-Henri Eyraud, presidente do Marseille. O presidente do Nice disse que o Marseille não quis pagar os € 5 milhões pedidos por Balotelli, mas o presidente do OM afirmou que esse preço nunca esteve na mesa. Que o preço mínimo pedido foi € 10 milhões. “No Nice, acho que muita gente não queria ver ele ser contratado pelo Marseile…”, contou Eyraud. O Nice tem certa rivalidade com o Marseille, que também é do sul da França.