O atacante Mario Balotelli pediu desculpas para o técnico da Itália, Cesare Prandelli, e o técnico do Manchester City, Roberto Mancini, pela expulsão no domingo contra o Arsenal, pelo Campeonato Inglês. Especulou-se que o jogador poderia até mesmo perder um lugar na Eurocopa, em junho.

“Eu quero muito ser convocado para a seleção. Para mim, é a coisa mais importante”, disse o jogador à agência ANSA, via seu empresário, Mino Raiola. “Eu espero estar de volta à Azzurra em abril. Eu já perdi uma convocação do time. Eu não quero perder pela segunda vez”, afirmou o jogador.

“Eu sinto muito pelo que aconteceu, por desapontar Manchester City e em particular Roberto Mancini, a quem eu respeito e amo”, afirmou Balotelli. O treinador, porém, deixou o estádio Emirates no domingo irritado com Balotelli e afirmou que “provavelmente” irá tentar vender o italiano no meio do ano. Já Prandelli afirmou que irá “avaliar calmamente” a situação do jogador antes da Eurocopa de 2012.