O começo de trabalho de José Mourinho pelo Tottenham deixou todo mundo animado. O treinador normalmente rabugento parece mais de bem com a vida e seu time tem feito muitos gols – e sofrido também – ao contrário do rótulo de retranqueiro que colou no português. Gareth Bale, quem Mourinho tentou contratar no Real Madrid, disse, em entrevista à BT Sport, que é o casamento perfeito.

“Ter Mourinho é uma fantástica declaração do clube. Acho que ele é um vencedor em série. O Tottenham quer ganhar troféus e não acho que haja uma parceria melhor do que Mourinho e Tottenham para tentar ganhar alguns troféus”, disse o galês.

Aliás, o retorno ao Tottenham é frequentemente especulado como o próximo passo na carreira de Bale, que vive uma relação complicada com o Real Madrid. O último episódio foi a bandeira “Gales, golfe e Madrid” colocada à sua frente após a classificação da seleção galesa à Eurocopa 2020.

Foi uma brincadeira em referência a uma declaração de Pedja Mijatovic, que havia dito que as prioridades de Bale são Gales, seus jogos de golfe e, por último, o Real Madrid. Não pegou bem com a torcida, que o vaiou no jogo contra a Real Sociedad, no Santiago Bernabéu, não pela primeira vez.

“A primeira vez que aconteceu foi um certo choque. Eu não sabia realmente como lidar com isso. Mas, à medida em que fui ficando velho, aconteceu mais uma ou duas vezes e você entende como lidar com isso. Agora, eu não ligo. De certa forma, com respeito, é o melhor lugar para ser vaiado se você não joga bem, o que eu entendo”, disse.

“Obviamente, eu tenho que continuar trabalhando duro e provando aos torcedores o que posso fazer. Eventualmente, as vaias pararão e seguirei com minha carreira normalmente”, completou.

Bale tem contrato com o Real Madrid até 2022.