Por sorte, nesta rodada de fim de semana não tivemos grandes clichês. Em meio a algumas goleadas e jogos malucos como na J-League marcaram três dias de bom futebol mundo afora. Os principais destaques estão na goleada sofrida pelo Lyon fora de casa, nas surras que Real Madrid e Borussia Dortmund aplicaram e por que não o vexame do Schalke na Bundesliga.

São várias situações distintas e que colaboraram para uma jornada repleta de emoção e drama, retratado na briga contra o rebaixamento na Premier League e na Ligue 1. Falando em destaques individuais, Gonzalo Higuaín e Diego Costa são os atletas em foco do Balanço desta semana.

O jogão

Fiorentina 3×2 Genoa

A Fiorentina quer porque quer chegar na zona europeia da Serie A. Buscando seu lugar entre os líderes, a Viola mostra mais uma vez estar forte e entrosada para lutar pelo seu objetivo de alcançar a Liga dos Campeões mais uma vez. Neste domingo, os comandados de Vincenzo Montella passaram pelo Genoa no Artemio Franchi. Marcaram Aquilani, Cuadrado e Cassani (contra) na vitória violeta por 3×2 sobre os rossoblu. Na quarta colocação, a Fiorentina está momentaneamente garantida na Liga Europa e três pontos atrás do Milan, em franca reação.

A surpresa

Nürnberg 3×0 Schalke

Alguns dias após a eliminação na Liga dos Campeões diante do Galatasaray, em casa, o Schalke continua com a sua árdua missão de se reerguer em campo. No Gründig Stadion, os azuis-reais apanharam dos donos da casa por 3×0, em atuação medonha de sua defesa numa noite que precisa ser esquecida. Feulner, Esswein e Frantz marcaram e Jens Keller nem teve tempo de anotar a placa do Nürnberg, que atropelou durante a rodada do sábado. Qualquer novo tropeço do Schalke e a vaga na Liga Europa ficará em cheque.

A virada

Aston Villa 3×2 Queens Park Rangers

Lutando contra o rebaixamento, Aston Villa e QPR entraram em campo no Villa Park, no último sábado. Jenas colocou os Hoops na frente do placar e a esperança de uma reação crescia nos corações dos londrinos. Pouco antes do intervalo, Agbonlahor deixou tudo igual e os 45 minutos finais teriam contornos de decisão, uma briga de foice no escuro.

Weimann virou para os Villans e a coisa ficou preta para os novos ricos do QPR. Townsend empatou de novo, Deus nos acuda! Aí Benteke apareceu e resolveu a vida dos donos da casa, colocando o peso da crise do outro lado. A partida foi tão dramática quanto uma maratona de filmes do Almodóvar. Londrinos na lanterna, com 23 pontos e os rapazes de Birmingham fora da zona da degola, com 30.

O vexame

Bastia 4×1 Lyon
Relato do jogo

Deu tudo errado para o Lyon, jogando fora de casa no Armand Cesari, na Córsega. Pois os Gones levaram uma chinelada do Bastia, por 4 a 1. Thauvin (2x), Modeste e Khazri afundaram os vice-líderes, que só continuam no segundo posto graças a um tropeço do Marseille, que empatou com o Ajaccio na sexta. Nada desesperador o resultado, mas que pode abalar um pouco a confiança do elenco.

A goleada

Dortmund 5×1 Freiburg
Relato do jogo

Que susto que Jürgen Klopp levou. Começando o jogo atrás no placar, mesmo jogando no Signal-Iduna Park, o Borussia Dortmund teve de apresentar o bom e velho futebol ofensivo para se safar de uma derrota, a segunda consecutiva na Bundesliga. Muita determinação e talento fizeram a diferença no fim, quando o 5 a 1 foi estabelecido diante do Freiburg, que vem de ótima campanha no campeonato.

Show de Lewandowski, que marcou dois, e boa participação do brasileiro Leo Bittencourt, naturalizado alemão e filho de Franklin, ex-Fluminense nos anos 1980. O melhor momento deste confronto, no entanto, veio na coletiva de Klopp: “Nem Chuck Norris ajuda se a defesa não fechar os espaços”. Calma, professor!

A lambança

Lille 1×2 Évian

O Lille fez a sua parte ao abrir os trabalhos diante do Évian, em casa. Kalou marcou o primeiro e os torcedores visitantes já faziam aquela cara de “hum, hoje acho que o abacaxi vai azedar”. Khelifa deixou tudo igual aos 30 do primeiro tempo. Os Dogues vinham de quatro vitórias consecutivas, nada poderia abalar esta empreitada.

Só esqueceram de avisar o Évian, que luta a cada rodada contra o descenso e se apresentou para tentar a virada. Kalou, que estava no lugar errado e na hora errada, desviando contra o próprio patrimônio, enterrou a boa fase e ainda por cima deu um oxigênio a mais para os rosados, que se afastam do perigo. Quase um Oséas marfinense.

O craque

Gonzalo Higuaín
Real Madrid 5×2 Mallorca
Relato do jogo

O Real Madrid também passou por maus lençóis antes de consolidar uma vitória larga sobre o pobre Mallorca. Nsue calou o Santiago Bernabéu aos seis minutos, dando a pinta de que a zebra passearia em Madrid. Mas quem salvou a pátria foi o argentino Gonzalo Higuaín, autor de dois tentos e uma assistência em gol de Benzema.

Os bermellones bem que tentaram manter o nível e Alfaro os colocou na frente do placar outra vez. Aí a trupe de José Mourinho parou com a brincadeira e entrou de vez no jogo. No fim 5 a 2, com grande atuação de Higuaín, que conseguiu roubar o protagonismo de Cristiano Ronaldo, ofuscado pelo companheiro. Uma vez só na temporada não tem problema, né, Cristiano?

O brasileiro

Diego Costa
Osasuna 0x2 Atlético de Madrid
Relato do jogo

Convocado para a Seleção brasileira, Diego Costa está em alta no mercado. O atacante colchonero aproveitou o bom momento pela sua equipe e balançou duas vezes as redes do Osasuna, no último sábado. Em pleno El Sadar, Diego esteve bem ativo em campo e foi o principal nome do Atlético que se recuperou na tabela. A ver como irá se comportar pelo Brasil, caso tenha uma chance.

O melhor jogo que você não viu

Sagan Tosu 5×4 Verdy Kawasaki

Assim como a Inquisição Espanhola, ninguém espera que um grande jogo venha do Campeonato Japonês. Pois é, já que a principal arma da J-League é a surpresa, nessa premissa, Sagan Tosu e Verdy Kawasaki entraram em campo pela terceira rodada do campeonato local. E fizeram um louvável 5 a 4, com gols de Ikeda, Kim, Mizunuma e Toyoda, que anotou dois na sua conta.

Após o intervalo, foram três gols do Tosu em cinco minutos, dos 5 aos 10. Um rolo compressor rosa que amassou o pobre Kawasaki, que está na lanterninha da J-League, somando duas derrotas e um empate.