Antes da 12ª rodada do Campeonato Inglês começar, o Newcastle podia se considerar um clube em maus dias: estava na zona de rebaixamento, com apenas seis pontos. E enfrentaria o Bournemouth, uma das gratas surpresas desta temporada da Premier League. Mas os Magpies, enfim, voltaram a sorrir: com um ótimo dia de Salomón Rondón, fizeram 2 a 1, vencendo novamente e deixando as últimas posições.

Rondón já começou bem o dia: aos sete minutos, errou um chute, mas teve o rebote nos pés para aproveitar corretamente e fazer 1 a 0. Aos 40 minutos, após cruzamento, o atacante venezuelano cabeceou alto e ampliou a vantagem do time anfitrião em St. James’ Park. O Bournemouth diminuiu nos longos acréscimos do primeiro tempo, num cabeceio do colombiano Jefferson Lerma. As Cerejas ainda tentaram o empate na etapa complementar, mas ficou mesmo o 2 a 1 no placar.

O pior (e pitoresco): não bastasse a derrota inesperada, o Bournemouth ainda viu uma lesão estranha do zagueiro Adam Smith, ainda no primeiro tempo. Após uma falta, Smith quis cobrar, mas desistiu, levantando o pé. Eis o problema: ao levantar o pé, o jogador torceu o joelho, e teve de sair de campo, tamanha a dor, dando lugar a Charlie Daniels. Mais um lance de azar, no dia de sorte do Newcastle.