O técnico Paulo Autuori, do Al-Rayyan, recebeu na noite de terça-feira um convite para assumir o comando da seleção olímpica do Qatar e recusou. Após uma reunião com o presidente da federação local, o brasileiro agradeceu a oportunidade e explicou que tem outros planos para a carreira, como retornar ao Brasil.

“Fiquei feliz com o convite e sei que ele surgiu em razão do trabalho de renovação que tenho feito no Al-Rayyan. Gostaria de agradecer à Federação de Futebol do Catar pelo reconhecimento do meu trabalho, mas tive que recusar a proposta. Nesse momento, meus objetivos são cumprir o contrato com meu clube, que vai até o fim desta temporada, e voltar ao Brasil”, declarou.

Com o trabalho de renovação feito no Al-Rayyan, Paulo Autuori tem atualmente oito jogadores convocados servindo a seleção olímpica do Qatar e outros cinco cedidos à seleção principal, comandada pelo técnico Sebastião Lazaroni.