Mohamed Salah está tranquilo. O atacante, que foi um dos melhores do mundo na temporada passada jogando pelo Liverpool e terminou como artilheiro da Premier League, ainda não conseguiu repetir o nível de atuações em 2018/19. São 12 jogos e quatro gols, o que não é uma marca ruim, longe disso, mas é menos espetacular que o ano anterior. Mais do que os gols, o que caiu foi o nível de atuação. Neste sábado, diante do Huddersfield, o nível do time todo do Liverpool foi muito baixo. Ainda assim, o time venceu por 1 a 0. Gol de Salah.

LEIA TAMBÉM: Técnico da Inglaterra, Southgate critica início cedo demais da Premier League

“Eu não estou preocupado, não estou preocupado”, afirmou Salah à rede de TV BT Sport, depois do jogo contra o Huddersfield, ao ser perguntado sobre a falta de gols nesta temporada. “Para mim, o mais importante é o time. Contanto que eu esteja ajudando o time, eu não me preocupo”, continuou o egípcio. “No final, nós conseguimos os três pontos e isso é o mais importante. Eu acho que nós tivemos que lutar. Nós sabíamos disso antes do jogo, então todo mundo deu 100% e conseguimos o resultado”.

Salah marcou o seu 50º gol na Inglaterra, o que levou o Liverpool a uma vitória importante. Os Reds se mantêm iguais ao Manchester City em pontos, na liderança do Campeonato inglês. “É bom, é uma boa sensação. Como eu disse na temporada passada, o mais importante é ajudar o time a conseguir os pontos e agora estamos no caminho. Então estamos felizes com o resultado. Nós tivemos quatro ou cinco jogadores que foram titulares pela primeira vez nesta temporada na Premier League. Mas todos nós estamos no mesmo nível, então todo mundo tem que lutar”, disse o atacante.

Jürgen Klopp admitiu que o Liverpool esteve longe do seu melhor, mas que a vitória, claro, foi muito importante. “Talvez seja o primeiro período da minha vida que nós estamos ganhando partidas médias”, afirmou o técnico depois do jogo. “É verdade. Nós não podemos escrever um livro nesta noite sobre como ganhar títulos. Há apenas um caminho, e é ganhar jogos de futebol. E para isso, há diferentes formas. Para ser honesto, às vezes eu prefiro o modo espetacular, mas eu aceito isso hoje completamente e eu entendo por que foi assim”, analisou o treinador.

“Eu olhei no vestiário quando eles vieram da data Fifa e eu os vi, coisas como o fuso horário, ninguém pergunta, mas você tem que acessar. Foi por isso que eu estava um pouco mais animado na linha lateral hoje, porque se você está cansado, então no mínimo você tem que estar com medo do seu técnico”, brincou ainda Klopp.