Bio

Paulo Junior é jornalista e documentarista, nascido em São Bernardo do Campo (SP) em 1988. Tem trabalhos publicados em diversas redações brasileiras – ESPN, BBC, Central3, CNN, Goal, UOL –, e colabora com a Trivela, em texto ou no podcast, desde 2015. Nas redes sociais: @paulo__junior__.

Artigos

Do futebol, no fim, fica a memória que nos contam

Do futebol, no fim, fica a memória que nos contam

Não adianta muito ter visto que o Flamengo e o Palmeiras ganharam na quarta-feira, que o Fluminense e o Botafogo venceram na quinta, se tudo não fizer parte de uma longa e eterna travessia em que as histórias, os jogos e os personagens vão fazendo parte do que somos, protagonistas das nossas lembranças, quase que …

Dez pitacos sobre a abertura do Brasileirão – ou como tomar um cartão amarelo

Dez pitacos sobre a abertura do Brasileirão – ou como tomar um cartão amarelo

Fim de semana que, como de costume, teve a expectativa muito melhor do que os acontecimentos. É um esforço gostar do Brasileirão – vale um exercício pessoal para dar conta de conseguir assistir aos jogos com cabeça fresca e os olhos livres, tentando fugir da contaminação da arbitragem tão viciada, pedante, protagonista e de baixo …

Carta de amor aos Estaduais: 15 campeões para dar conta do Brasil

Carta de amor aos Estaduais: 15 campeões para dar conta do Brasil

O futebol brasileiro ainda carece de ajustar seu debate diante da diferença entre uma notável perda de importância dos campeonatos locais e a grandeza que eles continuam tendo para quem é apaixonado por seu clube. É verdade que o calendário precisa de novos arranjos, que as particularidades regionais devem ser melhor consideradas e que o …

Seleção tinha urgência de resultado e, sofrimento à parte, encontrou leveza

Seleção tinha urgência de resultado e, sofrimento à parte, encontrou leveza

A seleção brasileira não pode jogar nove vezes num ano e perder cinco, fechando a temporada com uma sequência insossa de derrota inoperante em Montevidéu, virada cantada de Luis Díaz em Barranquilla e queda morna, sem brilho algum, diante dos argentinos no Maracanã. Havia uma demanda por terminar os jogos com placares mais dignos depois …

Botão Voltar ao topo