A novela que apertava os corações dos Gunners acabou. Pierre-Emerick Aubameyang renovou contrato com o Arsenal por três anos, até 2023, e, assim, o clube mantém o seu jogador mais importante do elenco. Além de tecnicamente ser um destaque, ainda é o capitão do time. A sua permanência era esperada e o técnico Mikel Arteta chegou a declarar que os torcedores poderiam ficar relaxados, mas faltava efetivar a assinatura do contrato.

“Assinar por este clube especial nunca esteve em dúvida”, disse Aubameyang ao site do Arsenal. “É um agradecimento aos nossos torcedores, meus companheiros, minha família e todo mundo neste clube, que eu sinto que faço parte. Nós podemos conseguir grandes coisas juntos. Nós temos empolgação aqui e eu acredito que o melhor está por vir no Arsenal”.

O contrato do jogador ia até 2021 e havia o temor que ele ficasse até lá e depois saísse de graça. O temor diminuiu desde a chegada de Mikel Arteta, com quem o jogador se deu bem e o rendimento do time também melhorou. O jogador foi crucial na campanha que culminou no título da Copa da Inglaterra, com gols na semifinal e na final do torneio.

Aos 31 anos, Aubameyang chegou ao Arsenal no último dia da janela de transferências de janeiro de 2018 por € 63,75 milhões. Desde então, ganhou importância e se tornou o artilheiro do time. Em 111 jogos até aqui, o atacante marcou 72 gols, com 15 assistências. Na temporada 2019/20, foram 44 jogos, 29 gols e três assistências. Só na Premier League foram 22 gols. Na atual temporada, fez gols nos dois jogos do time até aqui: contra o Liverpool, na Supercopa da Inglaterra, a Community Shield, e na estreia na Premier League.

Aubameyang recebeu um aumento no novo contrato, o que o torna o jogador mais bem pago do clube. É também o jogador mais consistente do time, que mesmo passando por altos e baixos, continuou sendo um jogador confiável que entrega gols nas mais variadas situações. Também se tornou importante porque assumiu a braçadeira de capitão depois da confusão com Granit Xhaka. O suíço tinha sido votado pelos outros jogadores, mas a confusão com os torcedores em novembro de 2019 fez com que ele perdesse o posto. Auba foi o escolhido para substituí-lo na função.

“Ele é um jogador excelente com uma mentalidade incrível”, disse Arteta. “Ele é um líder importante para o time e uma grande parte do que nós estamos construindo. Ele quer estar com os melhores clubes do mundo e deixa a sua marca. Ele pode conseguir isso aqui”.

Arteta ainda quer mais contratações. O clube, para isso, pretende negociar alguns jogadores. O primeiro deve ser Emiliano Martínez, goleiro que está próximo de ser anunciado pelo Aston Villa. Lucas Torreira é especulado no Torino e na Fiorentina para render um pouco mais ao clube. Senad Kolasinac, lateral esquerdo, também não está nos planos e pode sair. O técnico do Arsenal quer Thomas Partey, do Atlético de Madrid, e Houssem Aouar, do Lyon. A permanência de Aubameyang certamente é um impulso que ajuda a tentar convencer mais grandes jogadores para irem para o Arsenal.