A fase de grupos da Copa Libertadores está apenas em seu início, mas a competição já registra a sua primeira sensação. Depois de superar a badalada equipe da Universidad de Chile, o Atlético Nacional provou sua força mais uma vez nesta terça-feira. Os verdolagas foram até o estádio Centenário e, sem se intimidar com o clima hostil, golearam o Peñarol por 4 a 0.

Os colombianos demarcaram seu domínio desde o início da partida e já aos oito minutos marcaram o seu primeiro gol, com Jherson Córdoba. Macnelly Torres aproveitou uma saída errada da defesa do Peñarol para deixar o atacante em condições de marcar. Já aos 24 minutos, Dorlan Pabón quase ampliou, mas seu rebate acabou barrado pela trave direita do gol de Fabián Carini.

A postura do Atlético foi mantida na volta para o segundo tempo, com a equipe buscando o ataque e apostando no jogo em velocidade. Aos seis minutos, Luis Mosquera saiu de frente para Carini e voltou a acertar o travessão. Mas logo na sequência sairia o segundo gol, com Córdoba recebendo passe de Pabón e tocando entre as pernas do goleiro uruguaio.

Com o jogo nas mãos, os visitantes mantiveram a posse de bola e chegaram ao terceiro gol aos 19 minutos, desta vez com Macnelly Torres servindo Pabón, que chutou cruzado. E o camisa 8 encerraria a conta aos 33 minutos, após boa jogada de Farid Díaz pelo lado esquerdo do ataque.

Os verdolagas aparecem na liderança isolada do Grupo 8 da competição, somando seis pontos. O Godoy Cruz, que também somou três pontos contra o Peñarol na primeira rodada, faz seu segundo jogo nesta quarta, quando encara a Universidad de Chile em Santiago.