Diante de tamanha tragédia vivida pela Chapecoense na Colômbia, o Atlético Nacional age com uma grandeza sem igual. Desde as primeiras notícias sobre o acidente aéreo, os Verdolagas ofereceram seu suporte e o presidente do clube se dirigiu a um dos pontos onde se concentravam as equipes de resgate. Torcedores logo começaram a render homenagens, enquanto os jogadores se reuniram para uma corrente de fé. Alguns deles, declararam publicamente o desejo de entregar o título da Copa Sul-Americana à Chape. Postura ratificada oficialmente pelo clube na tarde desta terça, em nota publicada em seu site.

Segundo o Atlético Nacional, a decisão serve como “tributo honorário à grande perda e em homenagem póstuma às vítimas do acidente fatal que enluta o nosso esporte”. Além disso, os colombianos também expressaram sua consternação pelo ocorrido, não apenas em relação aos jogadores e membros da comissão técnica, mas também aos jornalistas presentes no voo, à tripulação e aos familiares de todos eles.

Além disso, o Atlético Nacional também organiza uma grande homenagem a ser realizada nesta quarta-feira no Estádio Atanásio Girardot, palco em que ocorreria o primeiro jogo da final. Em suas redes sociais, o clube pediu que os torcedores compareçam com roupas brancas e velas brancas para render o tributo.

Abaixo, a nota oficial sobre o título da Sul-Americana:

“O Atlético Nacional solicita à Conmebol que o título da Sul-Americana seja entregue à Chapecoense

A dor embarga redondamente nossos corações e invade de luto nosso pensamento. Tem sido horas lamentáveis, em que estamos consternados com uma notícia que nunca quisemos haver escutado. O acidente da Chapecoense, nossos irmãos do futebol, nos marcará por toda a vida e, desde já, deixará uma marca inapagável no futebol latinoamericano e mundial. Tudo isso foi completamente inesperado, por essa dor. Se tratavam todos eles (jogadores, corpo técnico, jornalistas e tripulação) de pessoas com muitos sonhos, por isso o choro

O lamento mundial se estendeu por toda a família verdolaga, que, desde seus patrocinadores, seu conselho diretivo, seu corpo técnico, seus jogadores, sua parte administrativa e sua torcida, tem manifestado a tristeza e o desconsolo pelo absurdo. A solidariedade não se fez esperar e acompanhamos o padecimento de todos os irmãos que nos abandonaram, e que, junto com seus familiares e conosco, compartilhávamos uma ilusão grande de ser campeões da Copa Sul-Americana.

Depois de estarmos muito preocupados pela parte humana, pensamos no aspecto competitivo e queremos publicar este comunicado, no qual o Atlético Nacional convida a Conmebol para que o título da Copa Sul-Americana seja entregue à Associação Chapecoense de Futebol, como tributo honorário a sua grande perda e em homenagem póstuma às vítimas do acidente fatal que cobre de luto o nosso esporte. De nossa parte, e para sempre, Chapecoense campeã da Copa Sul-Americana 2016”.

Atualizado às 16h50

O Atlético Nacional segue mandando uma forte mensagem ao mundo do futebol. Os verdolagas também disponibilizaram linhas telefônicas para fornecer informações aos familiares das vítimas. Além disso, publicaram um belíssimo vídeo em homenagem à Chape e um recado de condolências em português de seu presidente, Juan Carlos de la Cuesta.