Sempre favorito, o seis vezes campeão continental Boca Juniors conquistou a primeira vitória na Libertadores com a força de La Bombonera e também do poderoso ataque formado por Carlitos Tevez, Benedetto, Villa Cano e Mauro Zárate, que foi o principal nome da vitória argentina por 3 a 0 sobre o Tolima, nesta terça-feira, com participação nos três gols. 

LEIA MAIS: Exceto River e Boca, argentinos começam Libertadores cheios de problemas

Depois do empate sem gols contra o Jorge Wilstermann, fora de casa, o Boca precisava dar uma resposta ao torcedor xeneize. Mas não houve facilidade. O Tolima já havia feito jogo duro contra o Athletico, na estreia na Colômbia. Com um elenco de características privilegiadas fisicamente, o time colombiano abusa da velocidade e das jogadas de bola parada, além de ser  bem organizado defensivamente pelo excêntrico técnico Alberto Gamero. Por isso, na primeira etapa, os anfitriões não conseguiram dar o ritmo esperado ao jogo. Tanto que a principal chance dos primeiros 45 minutos foi do Tolima, em lance do ponta-esquerda Omar Albornoz, que também na partida da primeira rodada havia sido o principal jogador do Tolima.

Entretanto, no segundo tempo, o Boca conseguiu furar o bloqueio justamente usando uma arma do adversário. Logo aos três minutos, Mauro Zárate cobrou falta pelo lado esquerdo com o pé direito levantando na área. A bola veio rápida demai,  e Marco Perez desviou contra a própria meta. Com a mesma velocidade, os xeneizes ampliaram aos 11 minutos. Zárate passou para Emmanuel Mas que cruzou para área justamente no espaço onde Benedetto se infiltrava. O atacante apenas teve o trabalho de desviar de cabeça. Apenas quatro minutos depois, o Boca Juniors praticou um contra ataque de manual. A bola foi passando de pé em pé até chegar a Villa Cano, que virou o jogo para Tevez. O craque do Fuerte Apache só rolou a bola para o lado direito para Zárate que completou com um chute colocado.

Perdido em campo a partir daí, o Tolima ainda teve a expulsão do volante Carlos Robles. A vitória deu a liderança do grupo G para o Boca Juniors e saltou aos olhos a boa atuação do experiente Zárate, que mostrou que ainda possui muita lenha para queimar. O próximo jogo do time argentino será contra o Athletico, na Arena da Baixada, no dia 2 de abril. O Furacão ainda joga na quinta-feira, 14, contra o Jorge Wilstermann, também em Curitiba.

.

.