Atalanta mantém sequência invicta, mas concede empate ao Verona e perde boa chance de se aproximar da Juve

Entre jogos de Serie A e Champions League, a Atalanta vinha de uma sequência de 15 jogos sem derrotas, com 13 vitórias e dois empates. O Verona, por sua vez, tinha quatro desfalques por lesão e seu técnico, Ivan Juric, suspenso. Tudo indicava que a Dea levaria o triunfo e se aproximaria da líder Juventus a quatro rodadas do fim do Italiano. Até que um inimigo íntimo apareceu para decretar o empate em 1 a 1 entre as duas equipes.

[foo_related_posts]

A primeira grande chance do jogo foi da Atalanta. Aos 12 minutos, Ruslan Malinovskiy tocou em profundidade para Duván Zapata, que ajeitou de calcanhar para Pasalic. O croata, livre na frente do gol, parou em grande defesa de Marco Silvestri.

Dez minutos mais tarde, o Verona respondeu em jogada de bola parada. Após cobrança de escanteio, Salcedo subiu mais alto que a marcação e cabeceou com perigo, rente ao travessão, com Gollini já batido no gol.

Aos 42 minutos, Papu Gómez encontrou Zapata dentro da área com um toque cavado. O colombiano, de costas para a marcação, brigou pela jogada como um tanque, protegendo a bola do adversário, girando com potência e batendo forte, para mais uma defesa de Silvestri.

No início do segundo tempo, a pressão de Zapata na saída de bola do Verona surtiu efeito. Koray Günter errou um domínio, o colombiano pegou a sobra, ganhou na força e bateu na saída do goleiro para fazer o 1 a 0.

O Verona, então, respondeu mais uma vez pelo alto. Aos 11 minutos da segunda etapa, Miguel Veloso cruzou a bola na primeira trave, e Faraoni apareceu para cabecear com perigo, mas Bellini fez boa defesa para evitar o empate. Em ritmo acelerado, os donos da casa mantiveram a pressão e, dois minutos mais tarde, conseguiriam o empate. Pegando sobra na entrada da área, Rrahmani bateu forte, Gollini espalmou, e Matteo Pessina, emprestado ao Verona pela própria Atalanta, igualou no rebote.

A Dea tentou tomar a frente no placar logo em seguida. Aos 18 minutos, Papu Gómez arriscou de longe, forçou Silvestri a espalmar, e Zapata, na sobra, desperdiçou excelente oportunidade de fazer o 2 a 1. No minuto seguinte, foi Salcedo quem levou perigo ao gol de Gollini, mas o arqueiro evitou a virada.

Luis Muriel, que havia perdido os últimos dois jogos depois de se machucar em um acidente doméstico, entrou em campo já criando perigo. Em parceria colombiana com Zapata, recebeu do companheiro em velocidade, arrancou rumo ao gol, mas foi impedido por Silvestri.

Já nos acréscimos da etapa final, Gómez fez boa jogada pela esquerda, cruzou com perfeição para Pasalic, na frente da pequena área, mas o toque do croata passou a centímetros da trave direita e foi para fora.

Com o tropeço, a Atalanta empatou em pontos com a Inter, até então segunda colocada, e ficou a seis da Juventus. Tanto os nerazzurri quanto os bianconeri ainda jogam nesta rodada. Com quatro jornadas restantes, a Dea pode ter perdido a última oportunidade que tinha de se aproximar de vez de uma dura briga pelo título.

Classements proposés par SofaScore LiveScore